Vida e Saúde

Veja como congelar os alimentos corretamente

Atualizado em: 23/02/2013

??????????????????

O congelamento é o melhor método para conservar os alimentos no seu estado natural. “Isso porque a água dos alimentos se congela em pequenos cristais que não os danificam, além de paralisar a atividade dos micro-organismos”, explica Juliana Zanetti, nutricionista do Hospital São Camilo (SP). De acordo com a especialista, para realizar o procedimento, é importante que escolha alimentos de qualidade, pois o processo não melhora sua aparência, sabor e aspecto do alimento, apenas mantém as características. Confira algumas dicas para congelá-los da maneira correta a fim de conservar suas propriedades nutritivas:

Embalagem

Deve ser impermeável a cheiros e líquidos, leves e resistentes. “O ideal são embalagens plásticas (por serem transparentes e darem visão ao alimento no seu interior) seladas por seladoras, ou com o dispositivo de fechos, como embalagens tipo zip-lock”, recomenda André Veinert, nutrólogo e especialista em emagrecimento na Clínica Healthme Gerenciamento de Perda de Peso (SP).

Segundo o médico, o alimento deve ser colocado em sua embalagem e o ar excedente deve ser retirado para melhor conservação, utilizando equipamentos especiais ou simplesmente pressionando a embalagem até sair grande parte do ar. “Esse passo é muito importante, pois alguns micro-organismos não morrem no processo de descongelamento, e o ar é um excelente meio de reprodução dos mesmos. A retirada do ar das embalagens dificulta essa reprodução e retarda o processo de deterioração dos alimentos”, esclarece.

Etiqueta

“A etiqueta com a identificação do produto, data de fabricação e validade auxilia na identificação de cada item e controle da própria validade, para que utilize o alimento até a data identificada, a fim de evitar que o mesmo estrague”, orienta Juliana Zanetti.

Temperatura

“As temperaturas nos freezers giram entre -18ºC e -25ºC. Nessa faixa de temperatura é que há maior segurança no processo de conservação dos produtos por períodos mais longos. Esse tempo pode variar de acordo com o tipo de alimento”, conta André Veinert.

Frutas

“Todas podem ser congeladas, com exceção da banana e da pera. Elas devem ser de boa qualidade:maduras, frescas e sem manchas. Descasque e retire os caroços antes do congelamento. As pequenas podem ser congeladas inteiras e as grandes devem ser cortadas em fatias. As frutas congeladas podem ser utilizadas no preparo de caldas, geleias, compotas e sucos”, revela Juliana.

Hortaliças

O congelamento de hortaliças deve iniciar com um processo de lavagem chamado branqueamento. “Isso inibe a ação de enzimas envolvidas no amadurecimento do alimento fresco e, dessa forma, verduras e legumes têm seu tempo de utilização prolongado, sem prejuízo para características como sabor, cor e textura.

O passo a passo do método inclui: lavar bem; cortar em cubos ou rodelas; mergulhar em uma panela com água fervente por dois a seis minutos; retirar e levar imediatamente a um recipiente com água gelada (contendo cubos de gelo) por dois a seis minutos; escorrer com auxílio de umapeneira; espalhar as hortaliças em um recipiente plano e levá-las ao freezer. Após o congelamento, retirar do recipiente e embalar em saquinhos próprios, retirando todo o ar de dentro, e devolver ao freezer. O ideal é utilizar em até três meses”, ensina André.

Carnes

“Qualquer tipo de carne pode ser congelada, mas é recomendável que ela esteja fresca. Limpe as partes comestíveis, sem temperar e armazene as partes que serão ingeridas.  Caso a carne tenha sido congelada crua, só poderá ser recongelada novamente sob forma de prato pronto”, explica a nutróloga Liliane Oppermann (SP).

Alimentos que não podem ser congelados

“Embora o congelamento não traga efeitos negativos para a segurança de nenhum alimento, alguns perdem a textura, a firmeza e o aspecto sensorial e gustativo”, avalia André. Anote quais são: tomate, batata, pepino, rabanete, salsão, verdura de folha (alface, agrião, rúcula), banana, pera, ovo com casca, iogurte, creme de leite, maionese, queijos cremosos e macarrão sem molho.

Do freezer para a geladeira

O descongelamento dos alimentos deve ser feito com muito cuidado para preservar sabor, textura, aparência e qualidade dos produtos que serão consumidos. “Prefira descongelar o alimento na geladeira. O processo pode ser demorado, mas os mesmos ficam protegidos contra bactérias. Evite descongelar a comida em temperatura ambiente, pois pode estragar em questão de minutos”, recomenda Anna Bordini, médica ortomolecular da Clínica Bertolini (SP). Segundo a expert, a melhor escolha ainda é retirar o alimento do freezer e colocar na geladeira calculando o tempo.

Corpo a Corpo

Vida e Saúde