Saúde: Shiatsu alivia dores da fibromialgia

Novidade: Ombré lips é o novo hit da maquiagem
19 de fevereiro de 2013
Passe Nati tem novos tons de esmaltes para o inverno
19 de fevereiro de 2013

Saúde: Shiatsu alivia dores da fibromialgia

Quem sofre com as dores causadas pela fibromialgia pode valer-se do shiatsu para sentir-se melhor. Segundo pesquisadores da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FM-USP), o shiatsu é uma terapia complementar eficaz no alívio das dores.

O estudo envolveu 34 pessoas que sofriam com fibromialgia. Essas foram divididas em dois grupos: o primeiro com 17 pessoas que receberam 16 sessões de shiatsu de 50 minutos cada; e o segundo com 17 pessoas que não receberam as massagens, apenas uma cartilha com orientações educativas sobre a doença.

Além de aliviar as dores, o shiatsu ajudou a melhorar a qualidade do sono, a sensação de equilíbrio e a qualidade de vida geral dos pacientes. Todos os voluntários responderam a questionários sobre as dores que sentiam, a qualidade do sono, ansiedade, confiança no equilíbrio e qualidade de vida geral.

No início do estudo, 70% dos pacientes do grupo que realizou sessões de shiatsu afirmaram que a fibromialgia tinha forte impacto em suas vidas. Após oito semanas de tratamento, essa taxa caiu para 29%. Entre os pacientes que não receberam o shiatsu, a variação foi menor: de 64% no início, para 59% após oito semanas.

Analisando a qualidade do sono, o shiatsu também mostrou-se eficiente. No início do estudo, 94% dos voluntários diziam ter distúrbios do sono. Depois de oito semanas de shiatsu, essa taxa caiu para 59%.

De acordo com os pesquisadores, o shiatsu mostrou-se uma técnica eficiente no tratamento da fibromialgia, mas são necessários mais estudos para aprofundamento do tema, já que o estudo foi de curto prazo.

Agência USP

Dani Rabelo
Jornalista do WSCOM Online, sócia e editora-chefe do Portal Mulher de Fato, cantora nas horas vagas, tagarela, observadora, carioca da gema e pessoense de coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *