Vida e Saúde

Saúde divulga novo boletim com notificações de dengue na Paraíba

Atualizado em: 03/09/2013

dengue-11-07

De 1º de janeiro a 24 de agosto de 2013, foram notificados 11.604 casos suspeitos de dengue na Paraíba com 4.132 confirmados para dengue clássica e 1.730 descartados. Os dados constam no Boletim Epidemiológico nº 11, divulgado nesta segunda-feira (2) pela Secretaria de Estado da Saúde. Em relação ao número de notificações em igual período do ano de 2012, foi observado um aumento de 13,76% (10.200 notificações).

“Observamos que os profissionais da saúde estão atentos ao agravo e sinalizando a doença através das notificações. Apenas 19 municípios do Estado não apresentaram casos suspeitos esse ano. Notificar os casos suspeitos mostra que o município está atento e vigilante fornecendo informações estratégicas para a organização da assistência, prevenindo, assim, os possíveis óbitos evitáveis”, explicou a gerente executiva de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado da Saúde, Talita Tavares.

No mesmo período avaliado, foram notificados 101 casos graves. Destes, 19 como febre hemorrágica da dengue; quatro síndromes do choque da dengue e 78 como dengue com complicação. O maior número de casos notificados ocorreu nos municípios de João Pessoa (25 casos), Campina Grande (11 casos), Santa Luzia (6 casos), Cajazeiras (4 casos), em Sousa e em Pombal, com 3 casos, cada.

Ainda no mesmo período foram notificados oito óbitos por dengue: Arara (1), Conde (1), Campina Grande (2), João Pessoa (1), Pitimbu (1), Salgado de São Félix (1) e Santa Rita (1).

Oficinas

A Secretaria de Estado da Saúde (SES), por meio da Gerência de Vigilância em Saúde, vem avaliando os dados do ano de 2013 por região com o objetivo de fortalecer para o ano de 2014 a operacionalização e resposta assistencial aos casos suspeitos de dengue. Para isso, nesta segunda quinzena de setembro serão iniciadas oficinas junto aos municípios para atualização dos Planos de Contingência 2013 – 2014 e conclusão do Plano do Estado para as ações programadas do agravo com apresentação em Comissão Intergestores Bipartite (CIB).

Para esse Plano a recomendação é que todos os municípios devam trabalhar seguindo uma matriz padrão elaborada pelo corpo técnico do Estado que será repassada nas oficinas e com um cronograma de devolução até o dia 10 de novembro para validação.

A SES sugere uma continuidade das ações durante os últimos meses de 2013 e início de janeiro e fevereiro de 2014.

Assessoria

Vida e Saúde