Vida e Saúde

Salto Alto e Rasteirinhas no Carnaval – Especialista recomenda bom senso na escolha do calçado

Atualizado em: 20/02/2014

sapatos1

A folia nas ruas da Paraíba começa já nesta quinta-feira, 20 de fevereiro, e tem programação repleta de shows e blocos em várias cidades do estado como Cajazeiras, João Pessoa, Cabedelo, Lucena, Jacumã e muitas outras. Mas para dançar, pular e sambar até altas horas na festa mais popular do planeta, é preciso ter cuidado na escolha do calçado, para que o corpo e, principalmente os pés, não fiquem prejudicados com possíveis dores e inchaços.
O salto alto pode ser sinônimo de elegância e sofisticação para as mulheres. No entanto, de acordo com o ortopedista Eduardo Dória, as mulheres precisam ter cuidado com o seu uso, pois pode se transformar em um vilão. “O uso desenfreado desses calçados pode resultar em dores musculares, edema nos membros inferiores, deformidades nos pés, varizes, além das vulnerabilidades a torções”, explica o especialista.
Ainda segundo o ortopedista do Hapvida Saúde, os exercícios de alongamento são necessários para quem não tem como dispensar o salto alto e vai usá-lo durante um longo período. Exercícios específicos orientados por um especialista podem amenizar as dores nas articulações.
As mulheres também precisam estar atentas quanto ao uso das rasteirinhas. Elas não conseguem absorver o impacto da caminhada e isso também sobrecarrega os tornozelos e os joelhos. Além disso, as sandálias mais baixas deixam suas usuárias mais vulneráveis a cortes, uma vez que os pés estão desprotegidos.
Desta forma, a dica é que as mulheres usem o bom senso na hora de escolher o calçado da folia. “Sapatos confortáveis como tênis são os mais adequados para esse tipo de festa. O importante é deixar que a saúde fique sempre em primeiro lugar”, comenta Dória.
Fonte:Assessoria

sapatos2sapatos3

Vida e Saúde