Vida e Saúde

Protetor diário faz mal e uso pode estimular corrimento; entenda

Atualizado em: 09/06/2015

protetor-diario-faz-mal-8

Passar o dia todo fora de casa requer estratégias para manter o frescor da região íntima. Uma delas é o uso de protetor diário de calcinha, uma espécie de mini absorvente que lida com odores fortes e secreções para você. Mas, apesar de aparentemente ser um aliado, ele pode estar prejudicando sua saúde vaginal.

Protetor diário: para quê serve?

O protetor diário absorve as secreções que normalmente saem pelo canal vaginal e até mesmo corrimentos mais abundantes, que podem acontecer em função de infecções. Dessa forma, ele evita a sensação de umidade e ajuda a amenizar eventuais odores fortes.

Algumas versões do produto possuem perfume e artifícios para amenizar cheiros característicos. A promessa das marcas costuma ser a de garantir aquela sensação de frescor pós-banho pelo dia inteiro.

Usar protetor íntimo faz mal?

O ginecologista e obstetra Domingos Mantelli explica que usar protetor íntimo todo diapode prejudicar a saúde íntima porque mantem a região íntima abafada, deixando-a mais quente e úmida e, consequentemente, transformando-a num meio de cultura de bactérias, o que favorece infecções genitais e corrimentos.

No entanto, o especialista explica que há duas situações em que é válido usar oprotetor de calcinha: dois dias antes do início da menstruação, o que impede que a mulher seja pega desprevenida, e nos últimos dias de menstruação, quando o fluxo é menor.

Protetor de calcinha com perfume

O perfume de alguns protetores diários pode causar alergia e reações na pele. Caso você perceba essa reação, deixe imediatamente de usar o produto. Se quiser continuar usando protetor diário, passe a usar uma opção sem perfume.

Fonte: Da Redação com Bolsa de Mulher

Vida e Saúde