Vida e Saúde

Proibição de venda de bebidas com mais de 20% de álcool

Atualizado em: 16/09/2012

praga

A República Tcheca proibiu indefinidamente todas as vendas de bebidas com teor alcoólico igual ou superior a 20% nesta sexta-feira (14), depois que 19 pessoas morreram por terem bebido vodca e rum falsificados contendo metanol tóxico. Em geral, bebidas destiladas como a vodca e o uísque têm teor alcoólico por volta de 40%.
As autoridades passaram uma semana tentando encontrar a fonte do pior surto de mortes provocadas pelo álcool no país em décadas.

Um número tão grande de mortes provocadas pelo consumo de álcool é raro no país de 10,5 milhões de habitantes. Mas autoridades do governo e da indústria estimaram que a venda ilegal de bebidas alcoólicas estejam em alta no país, representando entre 10% e 20% do mercado.

O Ministério da Saúde já havia proibido a venda de bebidas alcoólicas destiladas por ambulantes na quarta-feira para combater o problema após o surgimento dos primeiros casos no fim de semana na região da Morávia-Silésia, 350 quilômetros a leste de Praga.

"Operadores de comércio de bebidas e alimentos… estão proibidos de oferecer para venda e de vender… bebida alcoólica de teor alcoólico de 20% ou mais… até nova notificação", disse o ministro da Saúde, Leos Heger, em pronunciamento transmitido pela televisão.

A bebida contaminada também levou cerca de 24 pessoas para os hospitais.

Bem Estar

Vida e Saúde