Vida e Saúde

Programação de Férias: Cirurgia Plástica

Atualizado em: 18/12/2012

cinta

Muitos acreditam que a cirurgia plástica não deve ser feita no verão, pois além da temperatura estar mais alta, há maior exposição ao sol, inchaço, e a cicatrização pode ficar mais lenta. Isso pode ocorrer dependendo dos cuidados e do organismo de cada um, porém engana-se quem pensa que esta época não é adequada para a realização de cirurgias plásticas.

Segundo o médico doutor Alexandre Mansur, os consultórios de cirurgia plástica vivem lotados no final de ano, pois como a maioria das pessoas tira férias, é possível fazer uma cirurgia e descansar tranquilamente.

De acordo com dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), as plásticas correspondem a 17% dos procedimentos cirúrgicos do país. O Brasil é o segundo país onde são realizadas mais cirurgias plásticas, com 1.592.106 procedimento por ano. Só fica atrás dos Estados Unidos, com 1.620.855. Para o especialista em cirurgia plástica, doutor Alexandre Mansur, esses dados comprovam a preocupação do brasileiro com os cuidados com o corpo.

“Independente da época, a cirurgia plástica será sempre bem-vinda, pois contribui para o bem-estar e autoestima da pessoa”, afirma.

No verão as férias são maiores e geralmente as pessoas têm mais tempo para se cuidar e se recuperar. Até mesmo executivos e pessoas que tiram apenas alguns dias de descanso podem aproveitar o curto período para realizar algum procedimento cirúrgico, afinal a maior atenção deve ser dada nos primeiros dias pós-cirurgia. O doutor Alexandre revela que evitar exposição ao sol, esforços físicos, ter alimentação equilibrada também são aspectos essenciais para uma recuperação saudável.

Bem Paraná

Vida e Saúde