Vida e Saúde

Pressão alta na gravidez pode agravar sintomas da menopausa

Atualizado em: 05/04/2013

gr%C3%A1vida

 Mulheres que apresentaram pressão alta durante a gravidez podem ter maior risco de desenvolver sintomas característicos da menopausa — como ondas de calor e suores noturnos — no futuro, segundo pesquisadores holandeses. O artigo foi publicado hoje (3) na versão online da revista da Sociedade Norte-Americana de Menopausa (NAMS). 

O estudo observou a relação da pré-eclâmpsia — aumento da pressão arterial durante a gravidez — com os fogachos típicos da menopausa em 853 mulheres que visitaram uma clínica de cardiologia em Kampen, na Holanda.

Das 274 mulheres que tiveram hipertensão na gravidez , 82% apresentaram ondas de calor na menopausa. Além disso, a pesquisa também mostrou que nesse grupo o quadro tende a ser mais grave e duradouro.

Apesar de essa associação ainda não estar totalmente clara, os médicos alertam que a pré-eclâmpsia é fator de risco para as doenças cardiovasculares — que costuma ser mais frequentes no público feminino após a menopausa.

O estudo completo será publicado na edição impressa da revista em outubro de 2013.

R7 (© Bendao | Dreamstime Stock Photos & Stock Free Images)

Vida e Saúde