Vida e Saúde

Prefeitura implanta Serviço de Residência Terapêutica

Atualizado em: 27/09/2012

terapia

Minimizar o preconceito e mudar a realidade de vida das pessoas com problemas de saúde mental são dois dos principais objetivos do Serviço Residencial Terapêutico, que terá uma unidade implantada nesta quinta-feira (27), no Bairro de Tambiá. A ação é uma iniciativa da Prefeitura Municipal de João Pessoa (PMJP), por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). 

“É um espaço de reconstrução de laços sociais e afetivo para aqueles que se encontravam confinados ao universo hospitalar”, disse Ana Karina, uma das responsáveis pelo programa de saúde mental da SMS. O local foi elaborado para responder às necessidades de moradias de pessoas portadoras de transtornos graves. Os serviços são acompanhados por Centros de Atenção Psicossocial (Caps), ambulatórios especializados em saúde mental e Unidades de Saúde da Família (USFs), contando com cuidadores para a reabilitação e progressiva inclusão social do morador.

Depois de visitas aos hospitais psiquiátricos e identificação de usuários que teriam perfil para serem atendidos pelo serviço, foram selecionados oito moradores, sendo cinco mulheres e três homens, todos acima dos 60 anos. “Foi levado em consideração o tempo de permanência desses usuários no hospital psiquiátrico, a ausência familiar, o desejo manifesto de residir em uma casa e o vínculo que este grupo já possuía no hospital”, explicou Karina.

Serviço

O Serviço Residencial Terapêutico foi implantado em João Pessoa em 2007, com sete moradoras que residem em uma residência no bairro de Mandacaru. Ainda para este ano, está prevista a inauguração de um serviço em Mangabeira, que contará com sete moradores homens. “Acreditando na transformação que esse processo provocará na vida dessas pessoas, a gestão municipal busca promover saúde com qualidade e dignidade para todos, prioritariamente aqueles que mais sofrem com as injustiças sócio-culturais”, enfatizou Ana Karina.

Assessoria

Vida e Saúde