Vida e Saúde

Pílula do dia seguinte antiaids: agora é mais fácil ter acesso a ela

Atualizado em: 27/07/2015

como-prevenir-aids-1

Na última quinta-feira (23), foi publicado no Diário Oficial da União um novo protocolo para os casos em que é necessário receber a Profilaxia Pós-exposição Sexual. Apelidado de ‘pílula do dia seguinte antiaids’, o medicamento é capaz de inativar o vírus dentro do corpo. Entenda a seguir.

Pep sexual: o que é

A Profilaxia Pós-exposição sexual, mais conhecida pela sigla Pep sexual, é uma forma de prevenir a Aids indicada em casos em que houve contato recente com o Vírus da Imunodeficiência Adquirida, o HIV.

Segundo o infectologista Antônio Pignatari, do Hospital 9 de Julho, o tratamento é composto por medicamentos antirretrovirais, que impedem que o HIV se reproduza dentro das células linfócitos. Sem se reproduzir adequadamente, o vírus fica inativado e não causa a doença.

Vale lembrar que o medicamento tem efeitos colaterais e não substitui o uso de camisinha, método que, via de regra, não apresenta contraindicações ou efeitos adversos.

O que muda

  • O médico que prescreve o remédio não precisa mais ser especialista em Aids;
  • O procedimento será o mesmo para profissionais de saúde que se expuseram a situações de risco durante o trabalho e pessoas que tiveram relações sexuais com pessoas soropositivas;
  • Todas as pessoas tomarão 3 comprimidos com 4 drogas combinadas;
  • Antes o paciente era acompanhado por 6 meses, agora bastam 3 meses. A justificativa é o avanço das medicações.

Onde procurar a Pep?

Busque pelos Serviços de Atenção Especializada em HIV/Aids (SAE), segundo recomendação do Ministério da Saúde.

Fonte: Bolsa de Mulher

Vida e Saúde