Vida e Saúde

Palestra e debate novos caminhos para o tratamento da gagueira

Atualizado em: 26/10/2012

gagueira

O curso de Fonoaudiologia do Centro Universitário de João Pessoa (Unipê) realizará na próxima segunda-feira (29), às 14h30, uma palestra sobre os novos caminhos para o tratamento da gagueira. A palestra "Gagueira: Descobrindo e Construindo Novos Caminhos" será ministrada pela fonoaudióloga e ex-aluna do Unipê, Débora Vasconselos, na Sala 206 do Bloco M, do curso de Fonoaudiologia (vizinho à Clínica-Escola de Fonoaudiologia), no campus do Unipê, localizado no bairro de Água Fria, na Capital.

Segundo a coordenadora de Estágio do curso de Fonoaudiologia do Unipê, professora Ruth Nascimento, a palestra faz parte das comemorações do Dia Internacional de Atenção à Gagueira, celebrado no dia 22 de outubro. Ela disse que a palestra é aberta ao público.

A palestrante é especialista em Distúrbios da Fluência, coordenadora do Grupo de Orientação Discutindo Gagueira e mestranda em Linguística pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Clínica-Escola de Fonoaudiologia atende pacientes

A Clínica-Escola de Fonoaudiologia do Unipê também atende pacientes com gagueira de forma gratuita. “Nossa Clínica possui 12 salas de fonoterapia, uma sala de audiologia educacional (deficiência auditiva), cinco salas de atendimento audiológico e, ainda, um consultório de neurologia e um consultório de otorrinolaringologia”, informou a coordenadora do curso, professora Ana Karina Alves, acrescentando que a Clínica-Escola atende pessoas com gagueira e outros problemas.

“A Clínica tem os mais modernos aparelhos e realiza vários exames, entre eles, o ‘teste da orelhinha’ (para detectar se o bebê nasceu com perda auditiva) e o ‘teste do labirinto’”, acrescentou a coordenadora. Em setembro deste ano, o curso de Fonoaudiologia do Unipê recebeu o Selo Estrelas do Guia do Estudante (GE) pela sexta vez. O Selo avalia cursos superiores de todo o País. Primeiro da Paraíba, o curso de Fonoaudiologia do Unipê possui uma Clínica-Escola considerada uma das mais modernas do País e atende crianças, adultos e idodos da comunidade.

Assessoria

Vida e Saúde