Nutrição para garantir uma pele brilhante

BOTICÁRIO E DAFITI ESTÃO ENTRE AS FINALISTAS DO WORLD RETAIL AWARDS
14 de julho de 2014
Shupette by Karl Lagerfeld, a linha de beauté da gata siamesa do estilista
14 de julho de 2014

Nutrição para garantir uma pele brilhante

 

dieta-detox

A maioria das mulheres querem ficar lindas e magras, independente da idade. E entre as prioridades, pele e olhos brilhantes, cabelos sedosos e corpo em forma. Afinal, estar com a imagem em alta é motivo de auto-confiança para muitas. Porém, é preciso ter cuidado com a adoção de dietas malucas que prometem emagrecimento rápido e que podem, na verdade, acabar levando a resultados indesejados e perigosos, como perda de energia e pele opaca.

“Algumas pessoas recorrem a métodos rápidos de emagrecimento e parecem ter envelhecido 10 anos em uma semana”, adverte a nutricionista do Hapvida Saúde, Benilma Mendes. Para a especialista, as mulheres que querem emagrecer devem apostar em programas de alimentação detox de forma regular, ao invés de dietas rigorosas de curto prazo prejudiciais à saúde e com posterior efeito sanfona, fazendo com que a pessoa recupere em pouco tempo todo o peso perdido na dieta.

Dieta Detox (3)

Com um programa “detox”, além de perder peso, é possível recuperar ou manter a energia e, ainda, ganhar uma pele mais brilhante. Entre tantos conceitos confusos sobre programas detox, vale explicar que expressão significa desintoxicar, e representa uma mudança de hábitos alimentares, na tentativa de remover substâncias ou qualidades tóxicas. Para Benilma Mendes, o mais certo é adotar esse programa como um hábito, a ser repetido com certa regularidade, afinal, nós acumulamos toxinas todos os dias.

Dieta Detox (4)

A dica para as mulheres em briga com a balança é consultar um nutricionista para definir um programa detox de acordo com as necessidades da pessoa. A perda de peso deve ser conquistada de forma lenta, gradual e contínua para melhores efeitos. Nestes casos, cerca de 3 a 6 meses no mínimo. Para aquelas que estão no peso ideal, o programa detox é recomendado para aumentar a energia. Mas o tempo ideal para cada programa detox deve ser definido somente por profissionais e com base em consultas e exames, adverte a nutricionista do Hapvida.

A colorful display of fresh fruits

ALIMENTOS QUE DESINTOXICAM:

· Abacaxi: Diurético, facilita a digestão, especialmente de carnes, e desobstrui o fígado.

· Arroz integral: Rico em fibras, faz o intestino funcionar melhor e favorece a eliminação de toxinas, mantendo a pele saudável.

· Maçã: Suas fibras funcionam como esponja dentro das artérias, ajudando na eliminação do colesterol. Antiácida, ainda ativa o fígado e dissolve o ácido úrico, que retêm líquidos.

· Melancia: Tem propriedade refrescante e diurética, ajudando a limpar o organismo. Uma ótima receita é preparar o suco de melancia com gengibre, outro poderoso desintoxicante.

· Gengibre: Estimula a digestão, alivia a prisão de ventre e ativa o metabolismo. Rico em fibras, é usado digestivo e refrescante.

· Couve: Carrega doses de ferro, que ajudam na formação de hemoglobina que transporta oxigênio para os tecidos.

· Fibras: Aveia, linhaça, cevada e gérmen de trigo melhoram a função intestinal, favorecendo a eliminação de toxinas

· Suco Verde: Os sucos verdes são necessários para o sucesso da dieta detox. A clorofila presente em folhas e brotos estabiliza a ação dos radicais livres produzidos pelo processo de detoxificação e possui propriedades anti-câncer.

· Ômega 3: Ajuda a equilibrar o nível de açúcar no sangue, inibe o armazenamento de calorias sob forma de gordura corporal e funciona como termogênico, estimulando a queima de calorias. Pode ser encontrado em feijões, grão de bico, ervilha, abacate, castanhas e peixes oleaginosos, como salmão, sardinha e atum.

ALIMENTOS QUE DEVEM SER EVITADOS:

A dica é ficar longe de produtos industrializados e ricos em sal, açúcar ou gordura durante um programa detox. Carne vermelha, frango, manteiga, café, margarina, pães feitos com farinha de trigo e alimentos em caixinhas, latinhas e conservas dificultam a digestão e sobrecarregam o fígado e portanto, devem ser eliminados ou reduzidos.

Fonte: Melissa Paulino-pautacom

Cristiani Meller
Cristiani Meller, Analista Financeira e Gerente Comercial do Portal Mulher de Fato.

Os comentários estão encerrados.