Vida e Saúde

Ministério publica portaria que cria programa de mamografia móvel

Atualizado em: 31/10/2012

outubro-rosa15

Uma portaria do Ministério da Saúde publicada na edição desta quarta-feira do Diário Oficial da União cria o Programa de Mamografia Móvel, que foi lançado pelo governo no início do mês.

O programa pretende ampliar a assistência oncológica no País, sobretudo para mulheres carentes com idade entre 50 e 69 anos. O ministério informou, em nota, que o programa prevê a liberação de unidades oncológicas móveis terrestres e fluviais (carretas ou barcos) que vão percorrer locais definidos pelas secretarias de Saúde.

A estimativa é que as unidades façam até 800 mamografias por mês. Cada unidade contará com um técnico em radiologia e deverá ser equipada com pelo menos um mamógrafo. Dependendo da estrutura do serviço, o gestor também poderá disponibilizar um médico radiologista, um mastologista ou um ginecologista obstetra. Os resultados dos exames feitos nas unidades poderão ser entregues no mesmo dia ou por agendamento.

Dependendo do tipo de unidade móvel, o resultado também poderá ser enviado via satélite para um estabelecimento de saúde de referência para que um médico especialista faça a avaliação. Dados do ministério indicam que, no primeiro semestre, houve um aumento de 21% no número de mamografias feitas no Sistema Único de Saúde (SUS) entre mulheres na faixa prioritária (50 a 69 anos) em relação ao mesmo período do ano passado.

Estadão

Vida e Saúde