Maternidade na Paraíba implanta serviço para acabar com a dor do parto

Dicas de como conquistar o corpo perfeito sem radicalismo
15 de maio de 2012
Secretaria de Políticas para as Mulheres entrega prêmios em Brasília
17 de maio de 2012

Maternidade na Paraíba implanta serviço para acabar com a dor do parto

Dentro da política de humanização da Saúde, a Maternidade Frei Damião, que integra a rede hospitalar do Estado da Paraíb

Dentro da política de humanização da Saúde, a Maternidade Frei Damião, que integra a rede hospitalar do Estado da Paraíba, está implantando um novo serviço para acabar com a dor do parto normal. Trata-se da Analgesia de Parto que proporciona um nascimento sem dor, a partir da aplicação de uma anestesia.  A maternidade Frei Damião é a primeira do Estado a implantar o serviço.

O procedimento vem sendo implantado pelo anestesiologista Luiz Eduardo Imbelloni. “A Maternidade é referência no atendimento a gestante de alto risco e tem o título de Hospital Amigo da Criança e esse serviço faz parte da política de humanização que vem sendo executada nessa nova administração, atendendo a uma proposta da diretora Maria de Fátima Oliveira”, destaca o médico.

Para a implantação da Analgesia de Parto, o médico enfatiza que é preciso que haja uma integração entre os serviços de saúde e para isso ele vem realizando encontros com a equipe multiprofissional da maternidade (anestesistas, obstetras, fisioterapeutas e pediatras) para sensibilizar esses profissionais sobre a importância do parto sem dor.

Com esse serviço, Luiz Eduardo Imbelloni explica que o objetivo é fazer com que a mulher não sinta a dor crônica e também proporcionar um parto humanizado. Além de atuar na implantação do serviço na Maternidade Frei Damião, o anestesiologista também trabalha na formação de residentes do Ortotrauma de Mangabeira e está criando um Centro para Tratamento do Fêmur do idoso na mesma unidade de saúde.

Parto Humanizado – A diretora geral da maternidade, Maria de Fátima Oliveira, explica que com esse serviço a unidade de saúde executa as ações voltadas para proporcionar o parto humanizado, que foi implantado dentro do Programa Nacional de Humanização e vem ganhando estrutura e consistência com atenção principalmente para mães de primeiro parto. “As mulheres são acolhidas, amparadas e orientadas por uma equipe multiprofissional com médico, enfermeira, fisioterapeuta, nutricionista, técnicas de enfermagem e a médica pediatra, que recebe e avalia o bebê no ato do nascimento”, explica a diretora.

parto humanizado é um processo de assistência centrado na mulher. Todo o procedimento está aliado a um ambiente calmo e tranquilo com privacidade e respeito “O parto humanizado dá à mulher um atendimento focado em suas necessidades. Seus resultados são altamente positivos para a mãe e, evidentemente, para a criança, que se torna mais segura e equilibrada emocionalmente”, completa a diretora.

Secom

Denise Lemos
Diretora Executiva do Portal Mulher de Fato, CEO Up Branding Marketing Digital, CEO Startup 28Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *