Vida e Saúde

Mais saúde: Casca da maçã, aliada antiobesidade

Atualizado em: 11/09/2012

ma%C3%A7%C3%A3

Segundo cientistas da Universidade de Iowa, nos Estados Unidos, o nome do santo é ácido ursólico. Detectado na casca da maçã, ele favoreceu o crescimento muscular em cobaias. Como os músculos são bastante eficientes na hora de exterminar calorias, o corpo ficaria mais enxuto. Parece que a substância ainda aumentaria a concentração de gordura marrom – que, apesar de gordura, aceleraria o gasto calórico. Daí, além de afastar a obesidade, seria possível reduzir o risco de doenças decorrentes do quadro. "Precisamos de outras análises para saber se os mesmos benefícios seriam observados em seres humanos", avalia a nutricionista Livia Yumi Yokomizo, do Hospital Alemão Oswaldo Cruz, na capital paulista. Mas nem espere para continuar consumindo a casca, lotada de fibras. Só não se esqueça de higienizá-la muito bem.

Uma maçã por dia afasta mesmo o médico?

É isso que afirma o ditado americano. O motivo é fácil de entender. "A fruta é rica em antioxidantes, substâncias que ajudam a prevenir processos inflamatórios e envelhecimento celular", explica a nutricionista Livia Yumi. Devido à sua ação cicatrizante, a maçã ainda protege contra gastrite. "Mas é claro que não existe um alimento milagroso, capaz de suprir todas as nossas necessidades diárias", ressalta a nutricionista.

Saúde

Vida e Saúde