Vida e Saúde

Junk food na gravidez pode ser tão perigoso quanto fumar

Atualizado em: 24/10/2012

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

 Cientistas de Barcelona, na Espanha, analisaram a dieta de 1,1 mil mulheres cuja principal ingestão de produtos industrializados foi a batata frita.

Eles descobriram que as gestantes que comiam diariamente esses alimentos tiveram bebês 140g mais leves, assim como uma circunferência da cabeça menor, com 2,54mm a menos, segundo o tabloide The Sun.

A acrilamida, substância química encontrada em alimentos processados, foi a responsável por limitar o tamanho do bebê e o crescimento do cérebro no útero. De acordo com o professor John Wright, o impacto da acrilamida foi semelhante ao "efeito adverso do tabagismo sobre o peso do bebê ao nascer".

Enquanto isso, cientistas americanos descobriram que  produtos de higiene pessoal e outros produtos de limpeza podem danificar os óvulos, reduzindo o período de fertilidade feminina por quase três anos.

R7

Vida e Saúde