Vida e Saúde

Internet: Grupos servem de estímulo para manter a dieta

Atualizado em: 28/12/2012

????

Participar de grupos de discussão online faz bem para quem busca diminuir alguns números na balança. ?Isso serve como estímulo para que você compartilhe as conquistas. Também a pessoa que se sente isolada pode se relacionar com as outras?, diz o nutrólogo Durval Ribas Filho.

Para a nutricionista Roberta Stella, o emagrecimento não deve ser um processo solitário. ?

— Todos sabem os altos e baixos do processo de emagrecimento. Quando alguém tropeça na alimentação e escreve na comunidade, as pessoas incentivam. Afinal, são pessoas reais que passam pelo mesmo processo?.

Para a gerente de marketing Viviane Valentin Veiga Rinoli, de 22 anos, que aderiu à ferramenta Dieta e Saúde, um dos recursos mais interessantes é a possibilidade de conversar com outros usuários.

— ?Quando a gente desanima, as pessoas dão força. É um apoio que geralmente não recebemos pessoalmente. Ali, todos têm a mesma realidade?.

Ela conta que aderiu ao site depois de fazer várias dietas malucas para tentar se livrar de 15 quilos extras. ?

— Pela internet ou até pelo iPhone você entra, cadastra o que você está comendo e consulta quantas calorias ainda pode comer. Facilitou muito?.

Já a técnica judiciária Elaine Santos Paes, de 37 anos, descobriu o Cyberdiet ao ler uma revista que falava das ferramentas virtuais para emagrecer. ?

— Acho a internet muito fácil para nós que não temos tempo. Tem o diário de calorias em que a gente coloca o nome dos alimentos e as atividades físicas. É bastante ágil.?

Elaine começou a engordar depois de quebrar o pé e ficar sem poder apoiar o pé no chão por seis meses. Ela, cujo peso costumava variar entre 61 e 66 quilos, chegou a pesar 78 quilos. ?

— Entrei em depressão, ficava comendo e dormindo o dia todo. Foi um descontrole total?.

Como dependia de serviços de entrega, submeteu-se a opções pouco saudáveis durante o período. E, mesmo quando se recuperou, manteve hábitos ruins de alimentação. A reeducação alimentar só veio quando passou a assinar os serviços do site.

Estadão

Vida e Saúde