Interesse dos homens pela cirurgia plástica

Esmalte preto nas unhas dos pés ganha as ruas
14 de março de 2013
Coleção de maquiagem Hello Kitty Sephora
15 de março de 2013

Interesse dos homens pela cirurgia plástica

Até meados da década de 80, a procura por cirurgias plásticas por pacientes do sexo masculino ainda se restringia, em sua maioria, às cirurgias das pálpebras, do nariz, da calvície e das ginecomastias (retirada das glândulas mamárias que, quando aumentadas, no homem, conferem-lhe um aspecto feminino indesejável). Esses procedimentos tinham em comum o fato de serem estéticos, mas também reparadores (cirurgias que visam menos o embelezamento e mais a correção de algum defeito ou desconforto físico). Não causavam, portanto, constrangimento aos pacientes, pois o pensamento conservador e, até certo ponto, preconceituoso, ditava que os cuidados com a aparência e, ainda mais, cirurgia estética eram ”coisa de mulher”.

A evolução das técnicas cirúrgicas com a progressiva melhora dos resultados acabou atraindo mais os homens para a cirurgia plástica. O principal fator, entretanto, parece ter sido a mudança para uma mentalidade mais aberta de maneira que os homens passaram a assumir, naturalmente, o seu desejo de melhorar sua aparência sem que isso afetasse sua masculinidade. A alta competitividade do homem no mercado de trabalho aliada a uma participação cada vez mais atuante das mulheres, expressando livremente suas opiniões e influenciando todos os campos do mundo contemporâneo, levou-as a cobrar dos seus cônjuges, companheiros e colegas, além de esforço e competência, também uma boa aparência.

Por que só as mulheres devem estar sempre bonitas, se cuidando e se preocupando com sua estética? Por essas razões, considero uma grande evolução a procura dos homens por cirurgias plásticas: rejuvenescimento facial, lipoaspiração plástica do abdômen, entre tantos outros procedimentos. Fazem também tratamentos para a pele, exercícios com personal trainers e cuidados nutricionais. O resultado disso são homens mais bonitos, rejuvenescidos, saudáveis e, consequentemente, casais mais felizes e uma sociedade menos machista e mais justa.

A Tribuna(© Tissiana | Dreamstime da Fotos & Imagens de Stock Grátis)

Dani Rabelo
Jornalista do WSCOM Online, sócia e editora-chefe do Portal Mulher de Fato, cantora nas horas vagas, tagarela, observadora, carioca da gema e pessoense de coração.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *