Vida e Saúde

Injetar óleo no corpo “apodrece músculos” e pode levar à morte

Atualizado em: 10/09/2013

images2

Depois de injetar óleo mineral nos músculos por quatro anos, o estudante Felipe Marinho, apelidado de “popeye carioca”, sofre com dores e inflamações e hoje pede socorro médico. De acordo com o cirurgião plástico, membro da SBCP (Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica), Alexandre Kataoka, o método é completamente proibido e pode levar à morte.

— O óleo dificulta a circulação de sangue e o local entra em estado de necrose.

Além de provocar deformidade e inflamações no corpo, o especialista explica que o óleo pode vazar para outros órgãos e provocar infecção “generalizada”.

— Esse tipo de aplicação pode gerar uma infecção localizada e generalizada.

Ainda segundo o médico, há estudos que apontam que o óleo pode chegar até o fígado assim como outros órgãos prejudicando o funcionamento.

Segundo o cirurgião, o procedimento para retirada do óleo é “muito complexo”.

— É preciso abrir o local onde foi injetado o produto, retirar todo o óleo aplicado e fazer uma raspagem no músculo. O problema é que o resultado não é 100%. Além das cicatrizes serem grandes, o músculo fica deformado.

Top News

Vida e Saúde