Vida e Saúde

Gato é perigoso para gravidas? Médico explica a toxoplasmose

Atualizado em: 16/06/2015

gravidez-gatos-toxoplasmose_0

Já ouviu dizer que grávidas não podem conviver com gatos por causa da toxoplasmose? A doença, de fato, pode prejudicar o desenvolvimento do feto. No entanto, seu contagio não está relacionado aos bichinhos, mas sim a alguns maus hábitos alimentares.

Toxoplasmose: o que é?

Segundo o veterinário Cauê Toscano, do Vet Quality Centro Veterinário 24h, a doença é causada por um protozoário chamado Toxoplasma gondii que se hospeda no gato doméstico e, por isso, pode ser excretado em suas fezes.

Quando contaminados, adultos e crianças saudáveis quase não apresentam sintomas. Quando eles aparecem, assemelham-se a uma leve gripe.

O problema, no entanto, está em quando o indivíduo está com a imunidade alterada. Nestes casos, os sistemas oftalmo e neurológicos podem ser afetados pela infecção.

Toxoplasmose na gravidez: é grave?

A toxoplasmose é arriscada para a gravidez porque o protozoário pode, atravessando a placenta, atingir o feto causando alterações neurológicas ou até aborto.

Nos exames pré-gestacionais ou logo após o resultado positivo, a mulher é submetida a exames sorológicos para detectar a toxoplasmose. “Se ela já teve contato com a doença antes, então já tem memória imunológica e isso reduz ainda mais as chances de infecção”, explica o veterinário.

Gato transmite toxoplasmose?

No entanto, Cauê reforça que o que precisa ficar claro é que a maior parte das infecções desenvolvidas por humanos são originadas a partir do consumo de carnes contaminadas. “O gato não é uma ameaça para as mulheres grávidas. O cocô precisa ficar mais de 24 horas em temperatura ambiente para que o protozoário possa ser contraído. Geralmente, as caixinhas de areia são higienizadas antes disso”, explica.

Além disso, o tempo de contaminação através das fezes dos felinos também é restrito. “Os protozoários contaminados só são liberados durante as três semanas seguintes à infecção primária no animal”, diz o profissional.

Portanto, com higiene e cuidado é possível eliminar as chances de desenvolver toxoplasmose na gravidez. “A alimentação é o fator de risco mais significativo para esses casos”, conta Cauê.

Cuidados para não ter toxoplasmose:

  • Deixe a limpeza das fezes dos animais para outra pessoa
  • Na impossibilidade, use luvas
  • Limpe a caixinha de areia todos os dias
  • Lave sempre as mãos após a higienização
  • Use luvas para mexer com terra
  • Evite o consumo de carne crua
  • Lave bem frutas, verduras e legumes

Como saber se meu gato tem toxoplasmose

Além da consulta a um veterinário, alguns hábitos podem deixar os bichinhos livre do problema. Priorize rações comerciais ou alimentos bem cozidos ao alimentá-lo e não permita que eles cacem na rua ou revirem lixos.​

Fonte: Da Redação com Bolsa de Mulher

Vida e Saúde