Vida e Saúde

Falta de hormônio e falta de motivação para malhar

Atualizado em: 17/10/2012

gin%C3%A1stica1

Após estudar o comportamento de ratos de laboratório, cientistas da Universidade de Zurique, na Suíça, descobriram o que pode levar certas pessoas a não terem disposição para malhar. A causa estaria na carência de eritropoetina.

O estudo chegou a essa conclusão após analisar ratos de laboratório. Os animais que tinham esse índice de hormônio elevado corriam mais rápido. A explicação está na sustância contida no hormônio, que seria a responsável em melhorar o humor. O estudo foi mais além e descobriu que a eritropoetina também beneficia pacientes portadores do Mal de Alzheimer.

Uma vez motivados a fazerem exercícios influenciados pelo hormônio, eles têm uma melhora significativa na perda dos movimentos cognitivos, ocasionada pela doença.

Estadão

Vida e Saúde