Vida e Saúde

Europa proíbe cosméticos testados em animais

Atualizado em: 12/03/2013

???????

A proibição total da venda de cosméticos cuja elaboração foi testada em animais entrou em vigor nesta segunda-feira na União Europeia. "A entrada em vigor da proibição total da comercialização é uma mensagem clara sobre a importância que a Europa atribuiu ao bem-estar dos animais", afirmou o comissário europeu de Saúde, Tonio Borg.

A Comissão Europeia (CE) também se comprometeu, segundo um comunicado, "a seguir apoiando o desenvolvimento de métodos alternativos e a trabalhar com outros países para que adotem a resolução europeia" para os produtos cosméticos. O teste com animais na UE foi proibido em 2004 para os produtos cosméticos, enquanto a mesma proibição foi aplicada em 2009 para os ingredientes cosméticos. Mesmo assim, no que se refere às consequências mais complexas para a saúde humana, tais como a toxicidade por administração repetida ou os problemas na função reprodutora, a data foi ampliada até 11 de março de 2013.

No comunicado desta segunda, a Comissão confirmou seu compromisso de respeitar o prazo fixado pelo Conselho e o Parlamento em 2003, de modo que a proibição foi estendida a todos os âmbitos da cosmética. No entanto, o Executivo comunitário recalcou que a maioria dos ingredientes utilizados em cosmética também podem ser encontrados em remédios, detergentes, comida e pinturas, que não estão sujeitos à mesma proibição. Deste modo, estes componentes poderiam ser utilizados em cosméticos, embora tivessem sido testados em animais, já que os resultados foram alcançados de acordo com a legislação que é aplicada a esses outros produtos industriais.

EFE(© Xaoc | Dreamstime da Fotos & Imagens de Stock Grátis)

Vida e Saúde