Vida e Saúde

Estudo reforça que comer à noite contribui para a obesidade

Atualizado em: 23/05/2012

Todo mundo sabe que comer alimentos gordurosos é o caminho principal para o ganho de quilinhos indesejáveis, mas uma nova pesquisa sugere que a hora em que os ingerimos pode ter um peso fundamental nessa conta. Alimentar-se durante a noite pode ser uma péssima ideia para quem quer entrar em forma. As informações são do jornal britânico Daily Mail.

O alerta veio após alguns testes feitos com camundongos. Um grupo de animais foi conduzido a comer apenas durante um  período de oito horas, enquanto um segundo grupo pôde se esbaldar de comer na hora em que sentissem vontade – de noite ou de dia.

Os pesquisadores americanos descobriram que apesar de os dois grupos ingerirem uma quantidade de calorias semelhante, os que comeram em horários durante o dia não se tornaram obesos. Eles acreditam que os animais que se alimentaram à vontade ganharam peso porque interromperam seus relógios biológicos. Eles acreditam ainda que o mesmo princípio pode ser aplicado aos seres humanos.

O líder do estudo, Dr. Satchidananda Panda, disse que em certos horários do dia, o fígado, o intestino e os músculos atingem o pico de sua eficiência, enquanto em outros momentos eles estão “dormindo”. “Todo órgão tem um relógio. Estes ciclos metabólicos são críticos”, acrescentou, explicando que quando os camundongos comem ao longo do dia e da noite podem acabar interferindo nestes ciclos.

Ao final do estudo, os ratinhos que comeram durante todo dia e a noite apresentaram 70% a mais de gordura do que o grupo que teve sua alimentação limitada ao dia. Satchidananda reforçou que restringir a quantidade de refeições pode diminuir os níveis de obesidade.

 Terra

Vida e Saúde