Vida e Saúde

DVD da Turma da Mônica alerta sobre importância de usar protetor solar.

Atualizado em: 11/10/2013

magali

Escolas da rede pública e particular do estado de São Paulo receberão gratuitamente um DVD da Turma da Mônica para explicar às crianças sobre a importância de se proteger contra o sol.

A iniciativa de criação do filme, desenvolvido por Mauricio de Souza e sua equipe, é da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) – Regional Estado de São Paulo e Nacional. Os DVDs também devem ser distribuídos para escolas do grupo Sesi e para 7 mil dermatologistas do país.


No ano passado, a SBD já tinha lançado um gibi com a história "A pele e o sol". O DVD é a continuação do trabalho. “Precisamos atuar na prevenção e ela só é efetiva quando se muda o comportamento. Essa mudança é mais efetiva em fases da vida como a infância”, diz o presidente da SBD-Regional Estado de São Paulo Paulo Ricardo Criado. 

Segundo Criado, iniciativas que promovem o uso do filtro solar entre as crianças já ocorrem em outros países. “Na Austrália, existe um programa semelhante desde a década de 1970 e que hoje começa a dar frutos. Lá, existe uma tendência de diminuição do número de casos de câncer de pele na faixa etária de 50 anos, que foi beneficiada pela campanha na infância.”
Na opinião do dermatologista, a população brasileira até tem a percepção de que é necessário se proteger contra o sol, mas não tem uma noção adequada de como fazê-lo. Daí a importância de campanhas de orientação.

O filme
Na história, com duração de 20 minutos, Mônica e Magali se esbaldam na piscina e acabam ficando vermelhas e com a pele ardida. Franjinha, então, dá uma aula às amigas explicando que, apesar de o sol fazer bem à saúde, em excesso pode trazer vários problemas, como ardor, envelhecimento precoce e até câncer.

O personagem acrescenta que se a queimadura chegar a provocar bolhas ou ardor excessivo, o ideal é procurar um médico dermatologista para avaliar o caso.

A animação também menciona os horários ideais para aproveitar o sol: até 10h ou depois das 16h. E ainda ensina um macete que ajuda a avaliar se o horário é seguro ou não. Quando a sombra da pessoa é menor que sua própria altura, o sol deve ser evitado. Já quando a sombra é maior do que a altura, o sol é seguro.

Fonte: http://ow.ly/pIWcE

Vida e Saúde