Vida e Saúde

Dieta Dukan: Regime alimentar que conquistou as celebridades

Atualizado em: 24/10/2012

A conceptual shot of apples and a tape measure

O que Kate Middleton, Penélope Cruz, Jennifer Lopez e o presidente da França, François Hollande, têm em comum? Os quatro aderiram a um regime alimentar que é a sensação do momento: a dieta Dukan. Apesar de ter a pegada de “coma o quanto quiser”, ela é bem restritiva, e a falta de carboidratos é sua principal característica. A rapidez no emagrecimento também é evidente, e quem explicou tudo foi o próprio criador da dieta, o nutricionista Pierre Dukan.

Ela é composta por quatro fases essenciais:

1ª fase – O ataque

Começa com um ataque ao sobrepeso com proteínas puras, com baixo teor de gordura. A duração é de até cinco dias, ou seja, nada de carboidratos neste período. Alimentos que não podem faltar na 1ª fase: ovos, queijo cottage light, peitos de peru, farelo de aveia, carnes vermelhas (menos costela/vitela), peixes e crustáceos de todos os tipos (menos atum light, salmão e camarão), frango, refrigerante zero, leite de soja, água (2 litros por dia), café preto e adoçante.

2ª fase –  A alternância

Logo depois, a meta a ser alcançada é o peso ideal, alternando entre refeições proteicas e de legumes e verduras. Alimentos que não podem faltar na 2ª fase: tomate, pepino, rabanete, espinafre, aspargo, vagem, repolho, couve, cogumelo, aipo, todas as alfaces, acelga, berinjela e abobrinha. Vegetais proibidos: batata, arroz, milho, grão-de-bico, ervilha, lentilha, feijões. Você só pode passar para a terceira fase quando alcançar o peso que você pretende atingir.

3ª fase – A consolidação

No terceiro passo, o peso ideal é consolidado enquanto alimentos mais gordurosos e com carboidratos são reintroduzidos. A duração é uma fórmula: número de quilos perdidos vezes 10 dias por quilo, isto é, se a pessoa perder 15 kg, ela vai multiplicá-los por 10, e seguirá com a dieta por mais 150 dias. O que não pode faltar na alimentação: todos os ingredientes da primeira e segunda fase, mais pão integral e frutas (menos banana, uva e cereja).

4ª fase – A estabilização

É permitido comer tudo o que se deseja, contanto que a pessoa siga as regras da dieta pelo menos uma vez na semana. Alimentação normal com um dia de proteínas puras, aconselha-se quinta-feira (duração: para o resto da vida). Se, em alguma semana não puder ser naquele dia, faça em outro dia, mas na semana seguinte volte para o dia que você escolheu.

Observação importante

Nada pode ser frito, todos os alimentos devem ser cozidos, grelhados ou assados. Cuidado na hora do tempero: não acrescentar molhos, pode ser usado azeite (com moderação, uma colher de sopa por dia), sal (com moderação) e ervas.

Mais Você

Vida e Saúde