Vida e Saúde

Dica de saúde: O que fazer ao se queimar?

Atualizado em: 23/06/2013

dicas1

Existem três graus de queimadura, conforme a profundidade da lesão. Esta, por sua vez, é determinada pela temperatura do agente causador e pelo tempo de exposição a ele. Todas as queimaduras doem muito, mas, paradoxalmente, as de primeiro grau são mais dolorosas que as de terceiro. Elas, no entanto, costumam ser cuidadas em casa. Bolhas grandes são sinal de que é preciso ir ao hospital.

QUEIMADURA DE PRIMEIRO GRAU
O que é uma queimadura de primeiro grau:
Ela provoca apenas vermelhidão, porque só afeta a camada mais externa da pele, a epiderme. No entanto, é bastante dolorosa. Isso porque, de acordo com o cirurgião plástico Marcelo Borges, presidente da Sociedade Brasileira de Queimaduras (SBQ), estimula aqueles nervos responsáveis pelo tato. A lesão cicatriza naturalmente. É a mais comum nos acidentes domésticos — basta um esbarrão no forno ou no ferro de passar. Também pode surgir quando a pessoa se expõe ao sol sem proteção.

O que não fazer:
• Não assopre — em contato com o ar, a lesão dói mais.
• Não use gelo — o frio exagerado pode suspender a circulação do sangue no local.
• Não aplique pasta de dente, nem alimentos como ovo, óleo de cozinha, manteiga ou borrão de café — além de dificultarem o diagnóstico, eles precisam ser retirados pelo médico, causando ainda mais dor. Sem contar o risco de infecção.
• Não use pomadas à base de picrato de butensin — esse produto já foi proibido nos Estados Unidos.
• Não force a retirada da roupa grudada na pele — tire apenas o que se soltou.

O que fazer:
1 – Resfrie a região por alguns minutos com água corrente ou compressa de água gelada — nunca gelo. Isso bloqueia a onda de calor que se forma na pele queimada. Se ela for adiante, uma queimadura de primeiro grau pode evoluir para segundo.
2 – Ainda que seja uma queimadura pequena, não a subestime se ela incomodar. Proteja-a com um pano limpo ou com filme plástico — desses usados para cobrir alimentos. E então procure atendimento médico. Tirar a lesão do contato com o ar já reduz a dor.

QUEIMADURA DE SEGUNDO GRAU
O que é uma queimadura de segundo grau:
Ela atinge não só a camada mais externa, a epiderme, como parte da derme, a segunda camada da pele. Eventualmente, pode necessitar de cirurgia reparadora para cicatrizar. Nela, surgem bolhas porque, extremamente aquecidos, os vasos da derme se dilatam e deixam escapar o soro do sangue. Por conta desse vazamento de líquido, aliás, a queimadura de segundo grau pode causar desidratação. Além disso, após as primeiras 48 horas, ela predispõe a infecções no local queimado, que, malcuidadas, podem se tornar até generalizadas se a colônia de bactérias ganhar a corrente sanguínea.

O que fazer se as bolhas são pequenas:
1 – Resfrie a região afetada com água corrente ou compressa de água gelada.
2 – Depois, lave com água corrente e sabão neutro.
3 – Aplique uma pomada de sulfadiazina de prata na região, mantendo-a arejada.
4 – Tome um analgésico.

O que fazer se as bolhas são grandes:
1 – Depois de resfriar a área, proteja as lesões com um pano limpo ou filme plástico — usado para cobrir comida — e corra para um pronto-socorro.
2 – Não aplique nada sobre o local, nem mesmo a pomada de sulfadiazina de prata. No hospital, é possível que a vítima tenha que tomar a vacina antitetânica por conta do risco de infecção.

QUEIMADURA DE TERCEIRO GRAU
O que é uma queimadura de terceiro grau
Ela destrói toda a espessura da pele e atinge o tecido subcutâneo, com risco de chegar até os ossos. Dada a profundidade das lesões, pode causar infecções, provocar amputações ou até matar. O tratamento geralmente é demorado e requer várias cirurgias reparadoras. A lesão de terceiro grau costuma ser esbranquiçada, endurecida e insensível ao toque, já que, nesse nível, o calor destruiu completamente as terminações nervosas. Nesse grupo estão, principalmente, as queimaduras provocadas por choques elétricos e produtos químicos.

Em primeiro lugar:
Chame o serviço de emergência se a pessoa estiver com boa parte do corpo comprometida.
O que fazer:
1 – Resfrie a região com água corrente ou compressa de água gelada. Ainda que a pele esteja totalmente chamuscada, é preciso insistir em conter o calor.
2 – Não tente tirar à força pedaços de roupa grudados nos ferimentos, mesmo após o resfriamento.
3 – Remova a vítima para o pronto-socorro mais próximo, com as lesões cobertas por pano limpo ou filme plástico, aquele usado para proteger comida.

QUEIMADURA QUÍMICA
Causada por produtos químicos, como o próprio nome diz, ela pode danificar os tecidos profundamente, como se tivesse sido provocada por fogo. Em casa, tome cuidado com soluções para limpeza de azulejos, pedras ou mármore.

Como proceder:
1 – Retire o produto químico usando água corrente em abundância por vários minutos. Depois, faça compressas de água gelada.
2 – Remova a roupa contaminada em que o produto respingou. Evite que ela tenha contato com partes do corpo não afetadas.
3 – Retire o rótulo do produto que causou o acidente para mostrar ao médico.
4 – Leve a vítima para o pronto-socorro.

Saúde é Vital

Vida e Saúde