Vida e Saúde

Dia das crianças: Saiba por que a brincadeira também é assunto sério

Atualizado em: 04/10/2013

Turma_da_monica

        Se as prateleiras das lojas de brinquedos já estão sempre lotadas de opções diferentes para a diversão das crianças, quando o dia das crianças se aproxima então os produtos aumentam ainda mais. Com todas as funções e recursos que os brinquedos oferecem atualmente, o entretenimento pode se tornar o único quesito levado em consideração na hora de escolher o presente, entretanto existem outras questões muito importantes para a escolha do produto certo.

        O momento da brincadeira é muito importante para o desenvolvimento durante a infância, tanto para os bebês, quanto para as crianças mais velhas, já que é uma necessidade natural para o processo de desenvolvimento, nenhuma criança precisa ser ensinada a brincar, muito pelo contrário, elas já tem essa necessidade sem serem incentivadas. Através das brincadeiras as crianças se preparam para a vida adulta, experimentando sensações e aprendendo a lidar com o mundo a sua volta e com sentimentos como angústia, medo, dor, alegria ou até ansiedade. Além disso, esse processo é tão importante que estudos apontam que crianças que tiveram bastante liberdade e tempo para brincar na infância se tornar adultos mais preparados.
        É essencial saber como escolher um presente que ajude nesse processo de desenvolvimento. Assim, na hora de escolher um brinquedo o primeiro que deve ser levado em consideração é a utilidade e complexidade para as crianças. Muitas vezes os adultos escolhem os produtos por ter uma aparência bonita, cores vivas e chamativas, mas que não prendem a atenção da criança por muito tempo. A falta de interesse geralmente acontece porque o produto é inadequado para a criança, pode trazer muita dificuldade, que faz com que ela não o entenda, ou simplesmente não oferece um desafio.
        Para cada faixa etária existem alguns tipos de brinquedos que são mais indicados, confira:

A partir de 2 anos

        Nessa fase as crianças não se atraem por brinquedos com cores escuras, elas preferem objetos com cores fortes e vivas. Além disso, as crianças estão começando a experimentar a sensação de não ficarem mais no chão, por isso são indicados brinquedos que estimulem a movimentação e também a fala, como os que provocam a dança ou o canto, por exemplo. Além disso, a habilidade motora também está se desenvolvendo, por isso blocos e bolas para empilhar também são ótimas opções, é importante para a criança treinar e aprender a encaixar objetos.

A partir de 5 anos

     

   As regras mais simples já começam a ser compreendidas e é quando a criatividade se desenvolve com maior intensidade, por isso são indicados brinquedos que estimulem esse desenvolvimento e ajudem a criança a criar um mundo de fantasia durante a brincadeira. São indicados brinquedos como jogos com regras mais simples que já podem ser compreendidas, como quebra-cabeças ou jogos de memória. Nessa fase alguns modelos de laptops ou tablets infantis também podem ser muito úteis, já que algumas das atividades disponíveis nesses modelos podem ajudar na alfabetização, desenvolvimento da memória e lógica.

A partir de 10 anos


        A partir dessa fase o número de opções é muito maior e já são indicados jogos mais complexos, como os videogames. Esses aparelhos, ao contrário do que muitas pessoas pensam, não são os vilões e podem ajudar muito no desenvolvimento do raciocínio lógico e estratégico, mas como todo brinquedo, é preciso estar de acordo com a idade da criança, existem muitos jogos voltados para esse público e, portanto, os jogos para elas não são os mesmos para adultos que podem conter conteúdos impróprios. Além disso, também é importante incentivar a prática de exercícios físicos, por isso também são indicados brinquedos como bicicletas, skates, patins e produtos relacionados a esportes.

        Escolher um brinquedo ideal exige cuidado, mas também não é um bicho de sete cabeças, seguindo as regras indicações de faixa etária presentes na embalagem e tendo essas dicas em mente com certeza vai ficar muito mais fácil escolher o brinquedo mais adequado para o seu filho nesse dia das crianças.
 

Esse artigo foi criado pela equipe do Magazine Luiza para o Mulher de Fato

Vida e Saúde