Vida e Saúde

Conheça as gorduras que ajudam a emagrecer

Atualizado em: 26/09/2012

abacate

Quem disse que gordura engorda? Nem sempre é assim.  Existem gorduras que ajudam a emagrecer e fazem bem à saúde. Exemplo disso são as gorduras insaturadas, capazes de elevar o nível de HDL, o colesterol bom.

Quando há o aumento de HDL, há a diminuição do nível de LDL (colesterol ruim).

As gorduras instauradas são encontradas nos vegetais, sementes, frutos do mar, oleaginosas, castanhas, óleo de coco, azeite de oliva extravirgem, abacate, nozes, óleo de macadâmia, abacate e óleo de amêndoa. Nestas substâncias podemos encontrar o ômega 3 e 9.

De acordo com Anna Carolina Bordini, médica ortomolecular da Clínica Bertolini, as gorduras insaturadas podem ser divididas em dois tipos: poliinsaturadas e monoinsaturadas.

As gorduras do tipo poliisaturadas são ácidos graxos que reduzem os riscos de inflamação, dor, câncer e doenças degenerativas do sistema nervoso central. Segundo Anna Carolina, o tipo da gordura insaturada ajuda a emagrecer, pois melhora o aproveitamento da insulina evitando que a gordura fique acumulada no organismo.

Os ácidos graxos poliinsaturados são encontrados em óleos vegetais (girassol, milho, soja), peixes gordurosos (salmão, atum, arenque, sardinha, entre outros), semente de abóbora e linhaça.

Já as gorduras do tipo monoinsaturadas são os ácidos graxos responsáveis pelo alto nível de HDL no organismo e redução do mau colesterol. Este tipo de gordura é encontrada no azeite de oliva extra virgem, óleo de canola, oleaginosas (nozes, amêndoas, castanhas, etc), abacate, etc.

Óleo de coco é exceção!

As gorduras que devem ser evitadas são as do tipo saturadas, pois estão relacionadas ao aumento do LDL (chamado mau colesterol).  Podem ser encontradas em alimentos de origem animal, como as carnes vermelhas, leite e derivados.

A única gordura saturada que é exceção é o óleo de coco. Além de ter ação antioxidante, possui vitamina E, ajuda na redução do LDL e colabora no processo de emagrecimento. Ele tem fácil absorção e não necessita de enzimas para sua digestão, é termogênico e estimula a glândula tireoide.

Cuidados ao consumir as gorduras

Importante ressaltar que os óleos vegetais devem ser consumidos crus e nunca aquecidos para que assim não haja modificação na estrutura química da molécula e, oxidação.

Devem ser evitados produtos e óleos processados que contenham gordura trans como o óleo de girassol, soja e milho.

Corpo a Corpo

Vida e Saúde