Vida e Saúde

Comer couve todo dia deixa cérebro 11 anos mais jovem, diz pesquisa

Atualizado em: 10/04/2015

saude-do-cerebro-1

Que vegetais são bons para a saúde você provavelmente já sabe, mas uma nova pesquisa mostra que os benefícios vão ainda além.

 

Benefícios dos vegetais verdes escuros

De acordo com um estudo realizado na Universidade Rush, nos Estados Unidos, uma única porção de folhas verdes escuras por dia pode rejuvenescer o cérebro.

Para chegar a essa conclusão, os pesquisadores avaliaram a dieta e a habilidade mental de 950 idosos durante 10 anos. Nesse período, foram feitos testes para detectar a função mental, além da identificação dos alimentos que fazem da dieta deles.

Aqueles que consumiam vegetais verdes folhosos, como espinafre e couve, uma ou duas vezes por dia tiveram declínio cognitivo significantemente menor que os outros participantes, mesmo levando em conta outros fatores como nível de escolaridade, prática de exercícios físicos e histórico familiar de demência.

Em média, os participantes que comeram com frequência os vegetais verdes escuros folhosos tiveram declínio mental 11 anos mais tarde que quem dispensava esses alimentos.

Saúde do cérebro

A nutricionista Talitta Maciel, do Espaço Reeducação Alimentar, explica que as verduras verdes funcionam como protetores naturais do cérebro.  “Todas as folhas de cor verde escura, como as couves (manteiga, brócolis, flor), espinafre e a folha da beterraba possuem vitamina E, antioxidante e neutralizador dos radicais livres, propriedade importantíssima na prevenção de doenças e envelhecimento precoce”, afirma.

O consumo das folhas verdes previne arteriosclerose, já que é rico em betacaroteno e vitamina C, conhecidos antioxidantes que impedem a fixação de colesterol ruim nas artérias e veias. Por fim, o ácido fólico evita a ocorrência de infarto e acidente vascular cerebral.

Fonte: Bolsa de Mulher

Vida e Saúde