Vida e Saúde

Cirurgia plástica facial tem a duração média de 5 anos

Atualizado em: 10/12/2012

pl%C3%A1stica_2

Cirurgias plásticas faciais podem não ser garantidas por mais de cinco anos, de acordo com um dos mais renomados cirurgiões plásticos britânicos Barry Jones. O veredicto é resultado de mais de uma década de uma pesquisa inovadora, baseada em fotografias de 50 mulheres antes e depois das operações. As informações são do jornal Daily Mail.

Jones, que já presidiu a British Association of Aesthetic Plastic Surgeons e já conduziu mais de 1.700 cirurgias, irá apresentar suas conclusões em uma audiência no Royal College of Surgeons. Por meio de um programa de computador, ele utilizou uma série de imagens de cada uma das pacientes, todas elas tiradas com a mesma lente, luz e a partir da mesma posição. Depois de produzir um detalhado conjunto de medidas na face e no pescoço, foram analisados os movimentos que ocorreram antes e depois da cirurgia.

Todas as mulheres do estudo passaram por um procedimento cirúrgico que reforça os músculos atrás das orelhas e pescoço, ao invés de cortar e esticar a pele para melhorar a firmeza do rosto.  Os resultados sugerem que um pouco mais de três quartos das mulheres mantêm a aparência cinco anos depois da cirurgia.

Jones observa que a maior dúvida das pacientes é justamente quanto tempo os resultaos irão durar. “Estudos desse tipo têm, historicamente, uma dificuldade de execução porque exigem um grande número de pacientes e registros precisos, especialmente fotos, para eliminar as variáveis”, pontua.

O cirurgião explica que as pacientes foram fotografadas antes da cirurgia e de três as seis meses depois. Depois, novamente, cinco anos e meio após o procedimento. “O estudo valida a evidência de que as mudanças da cirurgia facial são mantidas por muitos anos, com 76% das pacientes ainda parecendo melhor do que em cinco anos”, observa. “Essa é a primeira vez que os pacientes podem saber, com certeza, a média dos resultados do procedimento”, finaliza.

Caroline Cassidy, que se submeteu ao procedimento em agosto de 2008, quando tinha 48 anos, disse que foi orientada pelo especialista. "Sr. Jones explicou que é sempre melhor fazer a operação antes que você realmente precise e acho que isso funcionou.  Eu vou fazer 53 anos em janeiro e as pessoas dizem que eu pareço mais jovem, sem que seja óbvio que eu tenha feito plástica”, afirmou. Apesar da boa notícia, o especialista avisa que a melhor forma de manter a juventude ainda depende dos cuidados diários como não fumar e manter a pele bem hidratada.

Legenda foto: Caroline Cassidy, que se submeteu ao procedimento em agosto de 2008, diz que as pessoas dizem que ela parece mais jovem, sem parecer óbvio que se submeteu a uma cirurgia / Foto: Reprodução

Terra

Vida e Saúde