Vida e Saúde

Cirurgia para voltar a ser virgem pode virar “pesadelo” no sexo

Atualizado em: 25/03/2013

cal%C3%A7inha

 Vontade de voltar no tempo, de reviver os prazeres e as fantasias da primeira relação sexual é o que impulsiona algumas mulheres a procurar a cirurgia de reconstituição de hímen. A operação recompõe a película da vagina que é rompida após a primeira relação sexual. Porém, os especialistas alertam que é necessário avaliar bem as consequências antes de se submeter a este procedimento.

Primeiro de tudo, quando uma mulher resolver se arriscar nesta questão, precisa ver o que o que o homem pensa sobre o assunto, de acordo com psicólogo e diretor do Instituto Paulista de Sexualidade, Ângelo Monesi. Já que, segundo ele, se o parceiro não tiver ereção adequada, o bloqueio poderá causar disfunção erétil [impotência sexual] no homem.

— Às vezes a mulher pensa que vai fazer [a operação] para dar um presentinho para alguém. Mas a surpresa poderia virar uma emboscada. Dependendo do homem, tudo pode virar um pesadelo. As mulheres têm essa fantasia de que é unanimidade entre os homens de que eles gostam de mulher virgem. Para muitos homens é temerário ter uma virgem pela frente, pode não ser um prazer, mas sim um obstáculo.

Para a médica ginecologista e coordenadora do setor de sexualidade da Unifesp, Carolina Ambrogini, a mulher que se submeter a esta operação, poderá também sentir dores na relação sexual, após a cirurgia.

— Quando há esta intervenção, você gera uma resposta inflamatória do corpo por causa dos pontos que é dado no local. Na cicatrização pode levar até uma fibrose. Pode ser até uma causa de dor, porque o tecido é menos elástico.

Apesar de a membrana ser reconstituída, segundo a médica, a pessoa já passou por uma experiência sexual em sua vida, por isso, a operação é sem “propósito”.

— Para mim, ela não é mais virgem. Não interessa se tem membrana ou não tem membrana. Hoje em dia, a anatomia está deixando de ser tão importante. Os homens que supervalorizam a esta primeira vez. Acho que é algo mais excitante para o homem.

Cirurgia

Com uma anestesia local, o médico dá pontos no hímen para reconstruí-lo em uma intervenção cirúrgica que demora cerca de 40 minutos. A mulher precisa ficar 30 dias sem ter relação sexual, ter mais de 45 anos e nunca ter tido filho por parto normal.

De acordo com o médico cirurgião plástico, que fez a cirurgia de reconstituição de sua mulher Ângela Bismarchi, Wagner de Moraes, contou que tem recebido a cada dia mais pedidos para operar. 

— Já fiz algumas antes da Ângela falar que fez a dela. Hoje, faço bem mais.

Satisfação

Depois de ter reconstruído seu hímen duas vezes, a atriz Ângela Bismarchi contou que foi “muito prazerosa” suas duas experiências de “voltar a ser virgem”.

— Queria presentear meu marido. Foi uma fantasia minha mesmo, não foi algo que ele pediu. Não senti dor nenhuma, fiquei acordada, só tive que fazer bem a higiene. Os pontinhos foram absorvidos pelo organismo mesmo. Fiquei muito feliz com o resultado. Depois disso, muita gente está me procurando para fazer também. Só ontem, na clinica do Wagner chegaram duas querendo fazer para prestigiar o marido. Uma delas tem 50 anos [risos].

R7 (© Uatp1 | Dreamstime Stock Photos & Stock Free Images)

Vida e Saúde