Vida e Saúde

Campanha contra paralisia infantil imuniza mais de 280 mil crianças na PB

Atualizado em: 10/07/2012

Durante a Campanha Nacional de Vacinação contra a Paralisia Infantil, encerrada na última sexta-feira (6), a Secretaria de Estado da Saúde (SES) imunizou 280.499 crianças, o que equivale a 95% da meta estadual. Foram distribuídas 330 mil doses da vacina oral contra a paralisia infantil nas Gerências Regionais do Estado.

A chefe do Núcleo de Imunização da SES, Missânia Moreira, comemorou o fato dos pais atenderem ao chamado. “Esse número é a prova que a população entendeu a real importância de levar seu filho para ser imunizado contra a paralisia infantil”, disse.

A abertura da campanha aconteceu no município de Pedro Régis, no último dia 16. A cidade foi escolhida porque, no ano passado, não conseguiu alcançar a meta estabelecida pelo Ministério da Saúde, que era de vacinar 95% das crianças nas duas fases da campanha.

A paralisia infantil, também conhecida como poliomielite, é uma doença infecto-contagiosa aguda, causada por vírus e caracterizada por um quadro de paralisia flácida, de início súbito. A doença foi praticamente erradicada nas áreas desenvolvidas com a vacinação sistemática das crianças, mas o vírus ainda está ativo em alguns países da África e da Ásia.

Para evitar que seja reintroduzida nas regiões que não registram mais casos da doença, as campanhas de imunização devem ser repetidas todos os anos. A paralisia infantil está erradicada nas Américas desde 1994. O último caso no Brasil aconteceu no ano de 1989, na cidade de Sousa (PB).

Mesmo com o fim da campanha, as crianças que ainda não foram imunizadas contra a paralisia infantil podem procurar a unidade de saúde mais próxima para serem vacinadas.

Secom

Vida e Saúde