Vida e Saúde

Bebidas energéticas pode causar alterações no ritmo cardíaco

Atualizado em: 29/03/2013

bebida1

Bebidas energéticas podem causar alterações no ritmo cardíaco. É o que revela estudo de pesquisadores da Universidade de Connecticut, nos EUA.

A pesquisa revela que a bebida aumenta a pressão arterial e pode tornar o coração mais suscetível a doenças cardíacas.

Segundo os pesquisadores, pessoas que já têm pressão arterial elevada ou problemas cardíacos devem "ter cuidado" antes de consumir esses produtos.

A pesquisa, liderada por C. Michael White, analisou sete estudos. Entre eles, um total de 93 participantes beberam bebidas energéticas e tiveram seu "intervalo QT" medido, enquanto outros 132 passaram por medição da pressão arterial. Na maioria dos estudos, os participantes, entre 18 e 45 anos, beberam de 1 a 3 latas de Red Bull.

O intervalo QT é uma medida do eletrocardiograma (ECG) de como o próprio coração se reinicia eletronicamente enquanto bate. Um intervalo maior aumenta o risco de que um "circuito curto" irá se desenvolver no coração e, eventualmente, matar uma pessoa.

A avaliação concluiu que os intervalos de QT se prolongaram após o consumo de bebidas energéticas.

A análise também descobriu que a pressão arterial sistólica, o número mais alto em uma leitura de pressão arterial, aumentou 3,5 pontos após os participantes consumirem as bebidas. "Isso não é surpreendente, considerando os níveis de cafeína nas bebidas. Mas, se isso está acontecendo [em] um nível crônico, então é preocupante", afirma o coautor Ian Riddock.

A equipe ressalta que mais estudos são necessários para aconselhar os consumidores sobre o que fazer e para começar a pensar se há necessidade de regular melhor estas bebidas.

iSaúde (© Genrommel | Dreamstime Stock Photos & Stock Free Images)

Vida e Saúde