Vida e Saúde

Anel vaginal dá 80% de proteção, revela teste

Atualizado em: 14/09/2012

anel_vaginal

Cientistas desenvolveram um anel vaginal capaz de conferir forte proteção contra o HIV. Em experimento com macacas, o dispositivo foi eficiente em liberar no corpo quantidades ideais do microbicida MIV-150. A ação da substância conferiu às macacas uma proteção média de até 83% contra o SIV, variação do HIV que afeta os macacos.

O estudo foi desenvolvido pela ONG americana Population Council, dedicada a pesquisas em saúde pública, e divulgado na revista científica Science Translational Medicine. O objetivo é chegar a um anel vaginal que pudesse ser usado por até três meses ininterruptos e que fosse capaz de proteger também contra HPV, herpes e outras doenças sexualmente transmissíveis. Nos testes, um grupo de macacas recebeu o anel com MIV-150 e o outro recebeu o mesmo dispositivo com placebo.

Foram testadas diferentes concentrações de microbicida para se chegar à de maior eficiência e a exposição ao vírus foi feita em dois períodos diferentes: 24 horas ou duas semanas após a implantação do anel.?Seria uma atitude de prevenção para a mulher que não dependeria da negociação com o homem?, diz o infectologista Olavo Henrique Munhoz Leite, coordenador da Unidade de Referência em Doenças Infecciosas Preveníveis da Faculdade de Medicina do ABC. As informações são do Jornal da Tarde.

Agência Estado

Vida e Saúde