Vida e Saúde

Açúcar pode aumentar risco de diabetes

Atualizado em: 01/03/2013

A macro shot of white sugar in a spoon (focus on the front area of the sugar)

A crescente disponibilidade e, consequentemente, o aumento do consumo de alimentos e bebidas ricos em açúcar podem ser os grandes responsáveis pelo aumento do número de casos de diabetes tipo 2 no mundo. Para surpresa dos especialistas, entretanto, foi descoberto que sua ingestão favorece o desenvolvimento da doença independente do peso (Descubra seu peso ideal) e do estilo de vida de um indivíduo. Isso é o que mostra um estudo publicado online na PLoS ONE ontem (27) e liderado por um pesquisador da Stanford University, nos Estados Unidos.

Para chegar a esses resultados, foram revisados dados sobre as taxas de diabetes em adultos com idades entre 20 e 79 anos de 175 países de 200 a 2010, além dos principais fornecedores de alimentos desses locais. A síndrome metabólica – conjunto de fatores de risco que inclui hipertensão e resistência à insulina – era apontada como a principal responsável pelo aumento do número de casos de diabetes tipo 2. Os especialistas perceberam, entretanto, que um aumento de 150 calorias no consumo diário de açúcar por pessoa – o equivalente a uma lata de refrigerante à base de cola – aumentava em 1,1% o risco de desenvolver a doença, independente de fatores como obesidade e sedentarismo.

Durante o período estudado, a prevalência de diabetes no mundo cresceu por volta de 27%, sendo que 25% desse aumento está relacionado à disponibilidade de alimentos açucarados. Quando há menor disponibilidade desses alimentos, pode ser constatada uma diminuição do número de casos de diabetes tipo 2. O autor do estudo explica, entretanto, que ainda não é possível estabelecer uma relação direta entre a ingestão de açúcar e a doença.

Minha Vida
 

Vida e Saúde