Vida e Saúde

7 atitudes para ajudar seu parceiro a previnir a câncer de próstata

Atualizado em: 18/04/2015

protata

Meninas, mãos à obra na difícil missão de arrastar os parceiros até o médico. Confira as dicas!

 

Quem ama cuida. Frase batida, mas não me vem à mente outra que traduza tão claramente o que quero deixar como mensagem nesta coluna. Outubro é o mês dedicado à prevenção do câncer de mama e tenho certeza de que todas as mulheres estão sempre atentas e ligadas ao fato de que não podem se descuidar nem dos autoexames nem das consultas anuais. Já em novembro, foi a vez dos olhares se lançaram sobre os homens com as campanhas sobre o câncer de próstata.

Vale lembrar aqui também sobre o câncer de mama em homens, um tema quase nunca explorado mas que existe e é igualmente devastador. O câncer de mama em homens torna-se extremamente perigoso exatamente por causa do desconhecimento da doença, o que faz com que os homens não dêem a devida importância a esta região, sem efetuar toques iguais aos que as mulheres fazem e sem recorrer ao médico em caso de algum caroço suspeito.

A medicina preventiva é pouco valorizada no Brasil e a maioria das pessoas posterga exames importantes deixando para “outra hora” e só indo ao médico quando a situação já é mais grave. Como falamos o tempo todo em sexo e relacionamento, com ideias e sugestões, cuidar de um relacionamento amoroso passa também pela prevenção de doenças. E volto com a frase: quem ama cuida. A prevenção neste caso é o que de melhor podemos fazer pela nossa relação.

De que forma? O parceiro lembrando a parceira de datas de exames de rotina e a importância de se cuidar. Ela insistindo mais para que ele se cuide. As mulheres sabem bem do que falo já que homens são, por natureza, descuidados com a saúde. Por isso é tão importante estimularmos a procura pelo médico. A saúde da relação afetiva e sexual passa por nossa saúde como um todo.

Fico especialmente triste quando tomo conhecimento da quantidade de cirurgias de próstatas efetuadas aqui no Brasil principalmente por saber que um grande número de homens poderia ter escapado de fazer parte desta estatística apenas fazendo os exames regulares. Tudo se torna mais fácil quando os problemas são detectados no início. Portanto, meninas, mãos à obra na difícil missão de arrastar os parceiros até o médico. Estimulá-los a ler esta matéria poderá ajudar um pouco nas medidas preventivas.

Fonte: Da redação com Tempo de Mulher

Vida e Saúde