Evento incentiva participação de mulheres no garimpo

Startup SOS Beerita lança aplicativo na Campus Party Recife 2014
25 de julho de 2014
Uma pesquisa recente, verificou quanto tempo os usuários passam nas redes sociais.
27 de julho de 2014

Evento incentiva participação de mulheres no garimpo

O estímulo à participação de mulheres nas atividades do garimpo é um dos principais objetivos do V Seminário Paraibano do Garimpeiro, que será realizado neste sábado (26), no Clube Edivaldo Motta, na cidade de Frei Martinho, Seridó paraibano, em comemoração ao Dia Nacional do Garimpeiro. Com o tema “Agregando mulheres para valorizar mais a atividade”, o evento vai reunir sete cooperativas com mais de 600 garimpeiros e prestar homenagem às mulheres garimpeiras.

Conforme o gestor do projeto de Minerais do Semiárido Paraibano do Sebrae Paraíba, Ferdinando Félix da Silva, a mulher está sendo inserida de forma mais ativa na atividade da mineração. A partir do curso de Lapidação de gemas, que está em andamento na cidade de Nova Palmeira, no Seridó paraibano, 30 mulheres estarão prontas para atuar.

Já a cidade de Frei Martinho terá uma capacitação para mais 40 mulheres, no curso de Aproveitamento e Beneficiamento da Mica, minério semiprecioso comercializado por um baixo custo. “Com esta capacitação aumentaremos em 100% o valor deste minério. O curso começa dia 28 de julho e vai até outubro”, explicou.

A presidente da Cooperativa de Garimpeiros de Nova Palmeira (Coogarimpo), Rhutinea Dilenna, é uma das beneficiadas com o envolvimento da mulher na atividade. Ela foi eleita em 2012 e a constituição da Coogarimpo foi em 2007. “Notamos que a cooperativa tratava de trabalhos pesados e que os cooperados eram mais homens. Envolvemos a mulher para que a renda das famílias fosse melhorada”, explicou.

Atualmente, 36 mulheres da cidade formaram um grupo forte. Elas pretendem lapidar as pedras e construir joias. “Com o nosso envolvimento, os homens passaram a não mais perder reuniões, se comprometeram mais com os trabalhos e tudo foi mais fortalecido”, enfatizou.

Este é um dos resultados que o Sebrae vem obtendo com os garimpeiros. A parceria do projeto é com o Governo do Estado, Departamento Nacional de Geologia, Ministério de Ciência e Tecnologia, Companhia de Desenvolvimento de Recursos Minerais da Paraíba (CDRM), Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), Universidade Federal de Campina Grande (UFCG), dentre outras.

Panorama – O setor de mineração encontra-se em estagio de expansão, de acordo com Ferdinando. Agregar valor à produção com capacitação e qualificação faz com que eles ofereçam produtos de acordo com as exigências do mercado. “A Coogarimpo está se capacitado através do curso de Lapidação de Gemas e a Cooperativa de Frei Martinho iniciará no próximo mês a capacitação. Tudo é avanço no setor de minérios”, falou.

Atualmente, o projeto conta com sete cooperativas dos municípios de Várzea, Junco do Seridó, Assunção, Pedra Lavrada, Nova Palmeira, Picuí e Frei Martinho que reúnem os mais de 600 cooperados. Os temas trabalhados são voltados à melhoria e aperfeiçoamento da parte gerencial, financeira e de mercado. “O cooperativismo e associativismo, Recursos Humanos, entre outas vertentes, também são estimulados através de oficinas, palestras, capacitações e consultorias, para contribuir com o crescimento e desenvolvimento dos produtores”, concluiu.

Fonte: Assessoria de Imprensa SEBRAE PB

Cristiani Meller
Cristiani Meller, Analista Financeira e Gerente Comercial do Portal Mulher de Fato.

Os comentários estão encerrados.