Tecnologia

Suporte ao Windows XP chega ao fim; dicas ajudam a manter o software

Atualizado em: 08/04/2014

xp

A Microsoft vai aposentar oficialmente o Windows XP nesta terça-feira (8): a partir desta data, a companhia deixará de prestar suporte e corrigir falhas do software. A sugestão “oficial” é para os usuários fazerem uma atualização no programa ou trocarem de computador. Mas algumas dicas podem ser úteis para aqueles que quiserem manter o XP.

Neil MacDonald, vice-presidente da consultoria Gartner, publicou um post com dez dicas para esses usuários – principalmente do universo corporativo. “Qualquer sistema, com ou sem suporte, contém um risco. Para a maioria dos casos, o XP pode continuar sendo usado com um risco mantido em um nível tolerável”, afirmou. Confira as principais sugestões.
Restrinja a conectividade da rede
Proteger o sistema operacional Windows XP é mais fácil quando outros sistemas não podem se comunicar com ele pela rede, que é a principal fonte de ataques.

Remova os direitos administrativos
Segundo o Gartner, essa remoção é “obrigatória” para todos os usuários que continuarem usando o Windows XP. A empresa de segurança Sophos aconselha a remover todos os perfis de administrador que não são mais utilizados na máquina.

Cuide das principais fontes de ataque: navegadores e e-mail
Remova navegadores e programas de e-mail dos sistemas com XP, acessando essas funções de um servidor com um sistema atualizado. A execução dessa dica é possível nos ambientes corporativos.

Mantenha os demais softwares atualizados
Os fornecedores de outros softwares e soluções que rodam no Windows XP continuarão oferecendo suporte. Atualize essas opções, para minimizar os riscos.

Monitore a Microsoft
Com o fim do suporte, a empresa não divulgará novas vulnerabilidades do Windows XP. “Preste atenção às falhas críticas que afetarem o Windows Server 2003, pois elas provavelmente terão impacto no XP”, aconselha MacDonald. O usuário também deve ficar atento a alertas divulgados em fóruns e comunidades voltados a segurança.

Tenha um plano B
O consultor aconselha a ter um plano pré-definido para isolar máquinas com Windows XP, em caso de ataque. No ambiente doméstico, é importante que o usuário mantenha cópias de seus arquivos (em mídias físicas ou na nuvem), por exemplo, para minimizar possíveis problemas com a máquina.

Fonte:UOL

Tecnologia