Tecnologia

Relembre os produtos de tecnologia que ‘morreram em 2014′

Atualizado em: 31/12/2014

internet 1

 

O ano de 2014 já está indo embora, mas não vai desacompanhado. Durante o período, diversos serviços, empresas e produtos do mundo da tecnologia foram descontinuados e deixaram de existir no dia a dia de muitos internautas. Se você é um dos usuários saudosistas, pegue seu lenço e confira dez “produtos tech” que deixaram de existir em 2014: do Orkut ao MSN, passando pelo Facebook Poke.

– Orkut

internet 1Orkut acabou em setembro de 2014, após 10 anos (Foto: Divulgação)

Não faltaram pedidos e mobilização de internautas brasileiros para evitar o fim do Orkut, mas não teve jeito: o site foi encerrado no dia 30 de setembro. A rede social mais usada pelos brasileiros no fim dos anos 2000 não resistiu ao Facebook e foi ultrapassada em 2011, tendo seu número de usuários reduzidos de 40 milhões para apenas seis milhões nos últimos anos. Diante de tamanha queda, o Google decidiu descontinuar a rede social. Atualmente, o Orkut se transformou em um grande arquivo de comunidades, mas nada se compara a sensação de receber um novo depoimento, scrap ou saber quem visitou o seu perfil no dia anterior.

– iPod Classic

internet 2iPod Classic revolucionou a música nos anos 2000 (Foto: Divulgação)

Que a linha de players da Apple já não tinha o mesmo fôlego de antes, muita gente já sabia. Entretanto, 2014 reservou uma notícia nada agradável para os fãs do aparelho: o fim do iPod Classic. O software, responsável por revolucionar a música nos anos 2000, foi aposentado de forma discreta após o anúncio do iPhone 6, em setembro. Embora o diretor executivo da Apple, Tim Cook, acuse a falta de fornecedores de peças como razão para o fim da produção, é evidente que a baixa procura foi o que motivou a Maçã a encerrar as vendas do modelo. Apesar disso, ainda é possível encontrar três variantes do iPod nas prateleiras: Shuffle, Nano e Touch. Nenhum deles, com tantos gigabytes.

– MSN Messenger

internet 3MSN Messenger foi desligado após 15 anos de serviço (Foto: Divulgação)

Embora tenha sido encerrado no Brasil em abril de 2013, o MSN Messenger ainda teve direito aos seus últimos “suspiros” em alguns países, como a China. Entretanto, o popular serviço de mensagens instantâneas da Microsoft não resistiu em 2014 e foi completamente desligado depois de 15 anos, dando o lugar ao Skype. Durante o seu auge, o Windows Live Messenger, como também era conhecido, chegou a ter mais de 300 milhões de usuários em todo o mundo, mas perdeu espaço para o Facebook Messenger, Google Hangouts e outros mensageiros para smartphones, como o próprio WhatsApp.

– Windows XP

internet 4XP encerrou no dia 8 de abril de 2014, após 13 anos de serviço (Foto: Divulgação)

Outro produto da Microsoft que deu adeus em 2014 foi o bom e velho Windows XP. Uma das versões mais populares do sistema operacional, a plataforma teve seu suporte encerrado no dia 8 de abril deste ano, após cerca de 13 anos do seu lançamento. O sucesso do Windows XP foi tão grande que até hoje o sistema continua sendo a segunda edição mais utilizada do Windows em todo mundo, mesmo com o esforço da Microsoft para popularizar a versão 8.1.

– Nokia X 

internet 5Nokia X foi uma das mais bizarras do mundo dos smarts (Foto: Divulgação)

O Nokia X foi uma linha de aparelhos nascida e encerrada em 2014, em uma das histórias recentes mais bizarras do mundo dos smartphones. Lançados em fevereiro, no MWC 2014, os gadgets foram os primeiros da fabricante finlandesa a utilizar um sistema baseado no Android. A linha chegou até a ganhar uma nova versão, batizada de X2, mas que foi cancelada em julho para dar espaço ao Windows Phone. Com isso, os aguardados smarts da Nokia com Android tiveram apenas alguns meses de vida.

– Flappy Bird

internet 6Flappy Bird fez muito sucesso em fevereiro de 2014 (Foto: Divulgação)

Flappy Bird foi um verdadeiro fenômeno, mas que teve um fim tão rápido como a sua ascensão. O game, que consiste em fazer um passarinho passar entre canos, teve seu auge no início de fevereiro e chamou a atenção por seu grau de dificuldade. Entretanto, semanas após o sucesso estrondoso, o desenvolvedor do jogo decidiu retirá-lo da App Store e da Google Play, gerando uma série de especulações. Apesar disso, diversas versões alternativas e cópias foram lançadas para Android, iOS e Windows Phone.

– Clip Art

internet 7Clip Art foi muito popular na década de 80 e início dos anos 2000 (Foto Divul)

O Clip Art certamente é um caso de amor e ódio na vida de usuários mais antigos de computadores. Bastante populares entre a década de 80 e os início dos anos 2000, eles se tratavam de imagens genéricas incluídas em programas do pacote Office e eram muito utilizadas em apresentações do PowerPoint ou documentos do Word. No entanto, o recurso foi perdendo espaço para imagens buscadas em serviços como o Google, levando a Microsoft a anunciar sua substituição por um mecanismo do Bing para imagens de direitos livres.

– Facebook Cutucadas

internet 8foi uma tentativa frustrada da rede de criar mais interação entre usuários (Foto)

O Facebook tem diversos apps especializados para cada serviço, como o Messenger, Grupos, entre outros. Entretanto, 2014 marcou um fim de uma tentativa frustrada da rede social: o Cutucadas. Conhecido também como Facebook Poke, o app permitia interagir de maneira mais simples com amigos ao cutucá-los, em uma estranha forma de dizer um “Olá”. No entanto, o app lançado em 2012 não decolou e foi aposentado pela rede. Atualmente, a função de cutucar ainda está disponível na versão para desktop do Facebook, mas não é muito utilizada. O Camera, outro app da rede social que nasceu na mesma época, foi junto. Sem deixar saudade. Você chegou a usar algum deles?

– Justin.tv

internet 9Apesar do sucesso, Justin.tv gerou muita polêmica e foi encerrado em agosto de 2014 (Foto: Divulgação)

Justin.tv foi um popular site de streaming de vídeos ao longo da última década, sendo pioneira na transmissão de vídeo em tempo real na Internet. Durante o tempo em que esteve no ar, o serviço foi alvo de polêmicas, como o caso de um americano de 19 anos que suicidou-se enquanto transmitia para o site. Na plataforma, era possível não só assistir ao conteúdo gravado ao vivo pela webcam do usuário, como também interagir com o mesmo, desde que o internauta tivesse uma conta cadastrada. O Justin.tv foi encerrado em agosto de 2014, quando a companhia que o administrava decidiu dar foco ao seu outro serviço: o Twitch, plataforma de streaming de games, mais tarde comprado pelo Google.

– Xbox Entertainment Studios

internet 10Xbox Entertainment Studios, criada para ser o braço da Microsoft, não deu certo (Foto: Divulgação)

Anunciada em 2012, a Xbox Entertainment Studios seria um braço da Microsoft responsável por criar conteúdo original, como séries e outros programas de televisão para os produtos da empresa. Entre as produções esperadas, estava uma série televisiva baseada no jogo Halo, popular no Xbox. No entanto, os planos foram por água abaixo em julho, durante a reestruturação da empresa anunciada pelo diretor-executivo, Satya Nadella.

Fonte: techtudo

Tecnologia