Tecnologia

Budweiser pretende fabricar a primeira cerveja em Marte!

Atualizado em: 08/06/2017

Evento Bud on Mars

A Budweiser quer expandir fronteiras na fabricação de sua cerveja. Fronteiras que vão além da Terra: realizar experiências na Estação Espacial Internacional. Veja:

Budweiser pretende fabricar a primeira cerveja em Marte!

Uma das maiores empresas cervejeiras do mundo já está de olho em um mercado que ainda nem existe, e promete recursos para experiências no espaço…

Uma das cervejarias mais famosas do mundo anunciou sua iniciativa chamada “Bud on Mars”, incluindo uma parceria para realizar experiências na Estação Espacial Internacional. O pronunciamento foi feito durante o festival South by Southwest, em Austin, Texas, nos EUA.

“Isso leva a experiência Budweiser para o futuro, até onde a colonização e a socialização podem ir”, disse Valerie Toothman, vice-presidente da Anheuser-Busch de Marketing de Inovação.

“Sabemos que uma viagem até Marte pode ainda estar a uma ou duas décadas de distância, mas este é o primeiro passo de um compromisso de longo prazo pela empresa para se certificar de que quando chegarmos lá e conseguirmos esse sonho americano, Budweiser será a cerveja com a qual as pessoas estarão brindando lá em Marte”, disse Toothman.

O evento (que diga-se de passagem, mais se parecia com uma campanha publicitária do que com a divulgação de uma missão) teve até happy hour, e contou com a presença de diversas personalidades como o ex-astronauta Clayton Anderson e Patrick O’Neil.

Kate Mara, a atriz que interpretou uma astronauta no filme “The Martian”, também marcou presença no evento. “Estou lisonjeada por estar aqui, mas não me sinto muito qualificada”, disse Kate. “Vou fazer como fiz no filme: fingir que sou um gênio quando se trata de espaço.”
Cerveja em Marte?

“Uma missão para enviar seres humanos ao Planeta Vermelho é de fato, um plano de longo prazo da agência espacial norte-americana (NASA)”, disse Clayton Anderson, veterano de duas missões espaciais e que já passou 152 dias na Estação Espacial Internacional. “Uma missão bem sucedida incluirá muitos componentes-chave, incluindo a necessidade de fornecer aos membros da tripulação mercadorias que os relembrem de casa.”

Ex-astronauta Clayton Anderson e atriz Kate Mara no evento Bud on Mars

Ex-astronauta Clayton Anderson e atriz Kate Mara na divulgação da Bud on Mars.
Créditos: Invision for Budweiser

Ainda segundo o astronauta Anderson, a ideia apresenta desafios técnicos consideráveis, mas pode ser valiosa já que incluirá experiências feitas no espaço, sendo digna de consideração com relação a uma parceria comercial.

“Quando você tem uma cerveja Budweiser e você abre sua lata, a pressão interior é maior do que a de fora, então coisas acontecem”, relata Anderson sobre uma experiência com álcool quando ele estava no espaço, no livro ‘The Ordinary Spaceman’. ” Assim que a lata é aberta aqui na Terra, o barulho é gostoso. Já no espaço, você precisa limpar tudo.”

Se a promessa dos Emirados Árabes Unidos, de criar uma base em Marte com 600 mil habitantes for realmente concretizada, a Budweiser poderá contar com um grande público para o seu mercado extraterrestre….

A atração gravitacional em Marte é cerca de um terço daquela na Terra, o que pode ajudar com projetos de garrafas ou latas, mas a distância de Marte é muito grande, o que significa que teríamos que crescer e obter os ingredientes principais lá mesmo, no próprio Planeta Vermelho.

Segundo representantes da cervejaria, a Budweiser é composta por maltes, arroz e lúpulo, sendo que isso representa apenas 10% da receita original. Os outros 90% é apenas água. Em Marte, existem geleiras e outras fontes de água, portanto, haveria a necessidade de se criar uma maneira fácil de retirar água líquida dessas fontes.

A empresa anunciou também uma parceria com o Laboratório Nacional de CASIS para realizar experiências que poderiam trazer benefícios para a futura missão e até mesmo para tornar o produto mais eficiente aqui na Terra.

“Nós já começamos a construir um conjunto de experiências para levar nosso malte de cevada até a estação espacial para entender que tipo de efeito essas baixas condições na órbita da Terra produzem nos grãos”, disse Toothman. “Então, trazendo os grãos de volta à Terra, plantando-os, crescendo, colhendo e testando-os, entenderemos quais tipos de mudanças podem ocorrer.”

A parceria da Budweiser com a NASA pode de fato, contribuir significativamente para a exploração espacial, científica e financeiramente. A grande questão é: será que os exploradores espaciais terão permissão para desfrutar dos resultados finais do projeto?

Fonte: Galeria do Meteorito 

 

Tecnologia