Empreendedorismo

Investimento de famosos em startups!!! (Oportunidade)

Atualizado em: 04/03/2014

aston

Um dos sonhos de uma startup é conseguir validar seu negócio – atingir um número satisfatório de clientes, resolver o problema que engatilhou a ideia e manter sua escalabilidade alta. Para muitos empreendedores, o caminho das pedras para esse sucesso está na figura dos investidores anjo. Essas pessoas, em sua maioria, são profissionais com experiência na área de atuação da startup, com capital disponível para investir em novos negócios. O contato com esses investidores costuma ser disputado, não podendo ser diferente, já que a intenção de um aporte financeiro é alavancar o negócio, dar uma carta de credibilidade ao empreendimento.

No entanto, inovação é um tema que vem interessando às mais variadas esferas da sociedade. Diante disso, pessoas que aparentemente têm pouco ou nada a ver com startups estão abraçando ideias e entrando nesse seleto grupo de fomentadores do setor.

Famosos como os atores Luciano Huck, Ashton Kutcher, Leonardo di Caprio, Tobbey Maguire, a tenista Serena Williams e o cantor Bruce Dickinson, do Iron Maden, apresentam para o público pouco familiarizado, através de suas ações no ecossistema e suas imagens públicas, noções de empreendedorismo. E, como investidores, vêm surpreendendo no mercado, pois junto com o capital agregam conhecimento e conselhos para as empresas aceleradas.

O apresentador brasileiro, por exemplo, já é conhecido por sua atuação num dos mais famosos cases brasileiros, o Peixe Urbano. Huck é sócio da empresa desde 2010 e sua empresa Joá Investimentos é, atualmente, sócia do Porta dos Fundos, canal de humor online que vem batendo recordes de audiência há mais de um ano, apontado ainda pela revista Forbes como magnata da internet.

Em recente passagem pelo Brasil, por conta da Campus Party, o cantor Bruce Dickinson fez da figura do investidor algo mais surpreendente. O músico faz da banda um dos negócios mais lucrativos, atraindo, em média, 20% a mais de público nos shows da América Latina a cada ano. Isso ocorre porque, ao invés de tratar o público como consumidor de sua arte, Dickinson se esmera em ter fãs, pessoas apaixonadas e que permanecem em contato com a banda independente do momento.

Outro nome que tem fomentado o setor é Ashton Kutcher, astro da série “Two and a Half Men” e um dos mais bem pagos da televisão americana. Através do A-Grade Investments, fundo de investimentos criado em parceria com Ron Burkle e Guy Oseary, o ator possui participações em mais de 40 startups de tecnologia, entre elas várias estrelas do Vale do Silício, como Airbnb (avaliada em U$ 2,5 bilhões), Foursquare (em torno de U$ 650 milhões) , Flipboard (avaliado em U$ 800 milhões).

Esse panorama mostra que o campo das startups ainda tem muito o que expandir, atingindo um potencial público cuja participação pode ir além de empreendedores e usuários. Com uma sociedade mais ativa nos processos de inovação, aquele sonho de construção e validação de um negócio estará ao alcance de muito mais gente.
Fonte:GazetaOnLine (Por Marcílio Riegert-Fundador e CEO da StartYouUp e Diretor da Associação Brasileira de Startups)

Empreendedorismo