Notícias

Superintendente do Sebrae Júlio Rafael tem morte cerebral

Atualizado em: 03/06/2013

DSC00050

O superintendente do Sebrae/PB  Júlio Rafael, 58 anos, teve morte cerebral às 10h deste domingo (2). Ele voltou, na madrugada desse sábado (1º), a ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do  Hospital Sírio-Libanês, em São Paulo. Júlio Rafael está há 40 dias no centro médico tratando de problemas decorrentes de câncer de pulmão e nódulos na cabeça.

A informação foi confirmada pela família, que usou o perfil de Júlio Rafael para comunicar a morte cerebral. "Meu pai, Júlio Rafael, continua na UTI, e seu coração ainda pulsa. Agradecemos as mensagens de solidariedade. Daniel e Ana Adelaide", postaram os familiares.

De acordo com a assessoria do Sebrae, o superintendente teve uma piora no quadro clínico na madrugada deste domingo (2), após sofrer uma convulsão.

Desde o início da tarde deste domingo circulava nas redes sociais a informação de que Júlio Rafael teria morrido, o que não foi confirmado pela assessoria de comunicação do Sebrae e do Hospital Sírio-Libanês.

Júlio Rafael tem câncer de pulmão e em um evento realizado pelo Sebrae, em São Paulo, teve problemas na respiração e na fala tendo que ser levado às pressas para o Hospital Sírio Libanês. Ele foi submetido a uma série exames e passou por três cirurgias.

Após fazer exames, Júlio Rafael foi diagnosticado também com nódulos no cérebro e, submetido aos processos de radioterapia, fez duas cirurgias para retirada dos nódulos.

Júlio Rafael é economista formado pela Universidade do Mato Grosso (UFMT) e especialista em História Econômica da América Latina.
Durante suas gestões, o Sebrae ampliou fortemente sua atuação para atender os empreendedores individuais, uma nova categoria que permitiu cidadania empresarial para mais de 40 micro negócios informais na Paraíba. Júlio defendia amplamente a regulamentação municipal da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa que afirmava ser “uma legislação extraordinária, capaz de ampliar o papel da micro e pequena empresa na geração de trabalho e renda em nosso estado”.

Ele também já foi gerente de Planejamento da Agência de Desenvolvimento do Nordeste (Adene), de dezembro de 2003 a dezembro de 2006; assessor de Planejamento Orçamentário da Mesa Diretora da Câmara Municipal de João Pessoa, de janeiro de 2001 a novembro de 2003; e vereador de João Pessoa (1997-2000).

Fonte: Portal Correio

Notícias