Notícias

Primeira mulher que assume Petrobras quer ampliar atuação em etanol

Atualizado em: 13/02/2012

A engenheira química Maria das Graças Silva Foster, conhecida com Graça Foster, tomou posse nesta segunda-feira (13) como presidente da Petrobras no Rio de Janeiro. Ela é a primeira mulher a ocupar o cargo. Entre suas metas, disse que está o aumento da participação da estatal no mercado de etanol.

Graça Foster substitui José Sérgio Gabrielli, que deve assumir um cargo no governo da Bahia e preparar o terreno para tentar suceder Jacques Wagner, do PT (Partido dos Trabalhadores), nas eleições de 2014.

Participaram da cerimônia a presidente Dilma Rousseff e os ministros Edison Lobão (Minas e Energia) e Guido Mantega (Fazenda), que também é presidente do conselho de administração da Petrobras. Estiveram na posse, ainda, o deputado Marco Maia (presidente da Câmara dos Deputados) e o governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, além de outros governadores de Estado.

“Assumir a presidência da Petrobras –uma funcionária de carreira, uma mulher, a primeira mulher do mundo a comandar uma empresa de petróleo desse porte– é um grande desafio”, disse Graça Foster em seu discurso de posse, afirmando se sentir “preparada” para o cargo. “É uma grande responsabilidade.”

A nova presidente da Petrobras afirmou, ainda, que dará continuidade ao plano de negócios da estatal estabelecido para o período de 2012 a 2015. “Minha gestão será de contibuidade”, disse.

Graça Foster afirmou que sua gestão será marcada pelo diálogo e destacou algumas das metas: o avanço das fronteiras do pré-sal, a construção de novas refinarias e aumento da participação da estatal no mercado de etanol. “No plano internacional, minha gestão conutinuará fortabelecendo parcerias com a América Latina e a África.”

Nova presidente trabalha na estatal há 31 anos

Graça Foster foi eleita pelo Conselho de Administração da Petrobras e trabalha há 31 anos na estatal. Ocupava, até agora, a  diretoria de Gás e Energia, sendo também presidente da Gaspetro (empresa de gás da estatal) desde 2007.

Gabrielli também está se desligando do Conselho de Administração da companhia, vaga que será ocupada por ela.

Graça Foster é formada em engenharia química pela Universidade Federal Fluminense (UFF), com mestrado em engenharia química, pós-graduação em engenharia nuclear pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (COPPE/UFRJ) e MBA em Economia pela Fundação Getúlio Vargas(FGV/RJ).

Ela também já foi presidente da Petroquisa, da BR Distribuidora e exerceu a função de secretária de Petróleo, Gás Natural e Combustíveis Renováveis do Ministério de Minas e Energia, entre janeiro de 2003 a setembro de 2005.

Do UOL, com informações Infomoney e Reuters

Notícias