Pode jogar cabelo no ralo? Saiba mitos e verdades sobre a água

JP recebe exposição fotográfica e lança cartões postais sobre mulheres
15 de março de 2012
Mulheres vão ganhar mais do que homens, diz estudo
19 de março de 2012

Pode jogar cabelo no ralo? Saiba mitos e verdades sobre a água

A água também tem seu dia. Em 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o 22 de março como o Dia Mudial da Á

A água também tem seu dia. Em 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o 22 de março como o Dia Mudial da Água.

A Sabesp, empresa responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de mais em 300 cidades do Estado de São Paulo, preparou material sobre os mitos que rondam o tema água e explicou cada um. Selecionamos alguns. Confira:

– A água da chuva vem do céu e é limpa?
Não. A água da chuva contém poluentes que estão no ar. Por isso, depois de chover, o céu fica mais limpo – no caso de São Paulo, a camada cinza de poluição diminui.

– Jogar cabelo no ralo do banheiro e óleo de fritura na pia da cozinha tem problema?
Sim. O cabelo pode ficar preso nas tubulações, o que pode fazer com que o esgoto volte e entre de novo nas casas. Além disso, nas estações de tratamento de esgoto, esses fios se juntam a outros materiais, como pedaços de pano e plásticos. Todo esse material junto forma uma massa que pode prejudicar as máquinas de tratamento da água.

Já o óleo de cozinha, com o tempo, endurece e entope as tubulações, prejudicando a passagem de outros materiais. O resultado é também a volta do esgoto para dentro de casa ou nas ruas. Por isso, o óleo precisa ser guardado e entregue em postos de coleta. Ele pode ser transformado em sabão ou massa de vidraceiro, por exemplo.

– O Brasil tem a maior quantidade de água do mundo?
Sim, o Brasil possui a maior reserva de água doce do mundo. Mas isso não quer dizer que se pode usar à vontade. Metade da água do território brasileiro está na Amazônia e na bacia do rio Tocantins. Isso significa que a maior parte da população mora em regiões com pouca água. E transportar água de um local para outro é custoso. O melhor a fazer é não desperdiçar. A Sabesp dá algumas dicas de como fazer isso. Clique aqui.

 Folha Online

Denise Lemos
Diretora Executiva do Portal Mulher de Fato, CEO Up Branding Marketing Digital, CEO Startup 28Dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *