Notícias

Pode jogar cabelo no ralo? Saiba mitos e verdades sobre a água

Atualizado em: 16/03/2012

A água também tem seu dia. Em 1992, a Organização das Nações Unidas (ONU) instituiu o 22 de março como o Dia Mudial da Água.

A Sabesp, empresa responsável pelo fornecimento de água, coleta e tratamento de esgotos de mais em 300 cidades do Estado de São Paulo, preparou material sobre os mitos que rondam o tema água e explicou cada um. Selecionamos alguns. Confira:

– A água da chuva vem do céu e é limpa?
Não. A água da chuva contém poluentes que estão no ar. Por isso, depois de chover, o céu fica mais limpo – no caso de São Paulo, a camada cinza de poluição diminui.

– Jogar cabelo no ralo do banheiro e óleo de fritura na pia da cozinha tem problema?
Sim. O cabelo pode ficar preso nas tubulações, o que pode fazer com que o esgoto volte e entre de novo nas casas. Além disso, nas estações de tratamento de esgoto, esses fios se juntam a outros materiais, como pedaços de pano e plásticos. Todo esse material junto forma uma massa que pode prejudicar as máquinas de tratamento da água.

Já o óleo de cozinha, com o tempo, endurece e entope as tubulações, prejudicando a passagem de outros materiais. O resultado é também a volta do esgoto para dentro de casa ou nas ruas. Por isso, o óleo precisa ser guardado e entregue em postos de coleta. Ele pode ser transformado em sabão ou massa de vidraceiro, por exemplo.

– O Brasil tem a maior quantidade de água do mundo?
Sim, o Brasil possui a maior reserva de água doce do mundo. Mas isso não quer dizer que se pode usar à vontade. Metade da água do território brasileiro está na Amazônia e na bacia do rio Tocantins. Isso significa que a maior parte da população mora em regiões com pouca água. E transportar água de um local para outro é custoso. O melhor a fazer é não desperdiçar. A Sabesp dá algumas dicas de como fazer isso. Clique aqui.

 Folha Online

Notícias