Notícias

Pequenos negócios da Paraíba recebem orientação gratuita na própria empresa

Atualizado em: 16/05/2012

Os empresários da Paraíba têm a oportunidade de conciliar o dia a dia do trabalho com orientação gratuita e especializada em gestão, inovação e mercado. E o melhor, tudo na própria empresa. Até o final de 2012, mais de 5 mil empresas do Estado receberão essa orientação, com a realização de visitas e diagnósticos dentro de seu próprio estabelecimento, através do programa Negócio a Negócio, desenvolvido pelo Sebrae. Nos anos de 2010 e 2011, 8.247 empresas foram atendidas pelo programa na Paraíba.

A ideia do programa é identificar, sensibilizar e prestar orientação continuada aos empreendedores, ajudando a melhorar o desempenho dos pequenos negócios. “O programa é um excelente instrumento de atendimento para as microempresas e o Empreendedor Individual. É inteiramente gratuito, faz um diagnóstico do empreendimento, apresenta relatórios e oferece dicas e sugestões para participar de capacitações”, explicou a gestora do programa no Sebrae Paraíba, Márcia Timótheo.

A empresa de Francicleide Cavalcante foi uma das atendidas pelo programa Negócio a Negócio em 2010. Hoje, ela conta que conseguiu dobrar o seu faturamento, adquiriu um novo terreno para aumentar o showroom da loja de móveis, comprou um carro para fazer as entregas e fidelizou o seu cliente. “Abrimos a loja em 2003, mas em 2009 pensamos em fechar as portas, pois estávamos com grandes dificuldades financeiras. Em 2010, mudamos nosso modelo de gestão, inovamos, investimos em capacitação e conseguimos manter as portas abertas”, disse a empresária.

A mudança na empresa teve início após a visita da Agente de Orientação Empresarial (AOE) do programa Negócio a Negócio. “Após o diagnóstico do programa, percebi que eu mesma deveria fazer o atendimento na loja. Comecei a interagir com o cliente e entender o que ele realmente precisava. Converso, faço perguntas, vou à casa dele e, mesmo depois da venda, telefono para saber se está tudo certo. Quando o cliente for comprar o próximo móvel, vai querer contar com minha ajuda de novo”, explica Francicleide como tornou seu cliente fiel.

Emanoela Alcântara Hermínio é uma das AOE do programa e foi ela quem fez a primeira abordagem na empresa de Francicleide. “Muitas empresas não crescem e acabam fechando por falta de conhecimento dos empreendedores sobre a área em que estão atuando. Conhecer bem o seu negócio é fundamental. E para isso é preciso se capacitar”, destaca Emanoela.

Como funciona o Programa

O grande diferencial do Programa Negócio a Negócio é atender os empresários em sua própria empresa. Na linha de frente estão os Agentes de Orientação Empresarial (AOE), selecionados e capacitados pelo Sebrae. Na Paraíba, há um convênio entre o Sebrae, Unipê, Facisa e o Programa Paraibano de Qualidade (PPQ) para a seleção desses agentes. São 110 agentes no Estado, que visitam as empresas in loco, oferecendo o atendimento e diagnóstico gratuito. Há ainda 29 consultores credenciados que atuam no atendimento às empresas.

O programa prevê que cada empresa receba três visitas feitas pelos agentes. Na primeira visita o AOE apresenta o programa e faz um diagnóstico do empreendimento, preenchendo um formulário de avaliação abordando aspectos de mercado, operação e finanças. Na segunda visita ele entrega ao empresário um relatório com os resultados da avaliação, dicas e sugestões de melhoria. Na terceira, o agente verifica se o empreendedor realizou as tarefas propostas e se participou das capacitações sugeridas.

Em 2011, o programa Negócio a Negócio atendeu em torno de 550 mil empreendimentos no país. O programa é destinado a microempresas e Empreendedores Individuais.

Ascom

Notícias