Notícias

PB: Rede Feminina de Combate ao Câncer abre exposição natalina

Atualizado em: 01/12/2012

pamela_borio

A XVI Exposição Natalina da Rede Feminina de Combate ao Câncer (RFCC), com sede em João Pessoa, foi aberta na noite dessa quinta-feira (29), no Jangada Clube, na avenida Cabo Branco. O evento acontece até domingo (2), das 16h às 22, com trabalhos de 60 artesãos.

A primeira dama do Estado, jornalista Pâmela Bório, foi homenageada com o troféu do Jubileu da Rede Femina de Combate ao Câncer, entregue pela presidente da RFCC, Moema Guedes Arnaud.

Pâmela participou da solenidade de abertura e visitou os estandes.  Ela destacou a tradição da exposição que já faz parte do calendário natalino da capital paraibana. “É uma exposição que toda a sociedade comparece e isso é muito bom porque essa presença representa o apoio à campanha da Rede Feminina de Combate ao Câncer e o apoio ao artesanato também”.

Em seu pronunciamento, a primeira dama afirmou que o momento é de compartilhar o espírito natalino e de solidariedade. Ela parabenizou os artesãos pelo talento e convidou as pessoas a se unirem à Rede Femina de Combate ao Câncer e se tornarem multiplicadores, ajudando de várias maneiras.

A primeira dama disse que o Governo e o Centro de Apoio à Criança e ao Adolescente (Cendac), entidade que ela preside, têm colaborado com esta ação da Rede Feminina de Combate ao Câncer. Este ano o Cendac estabeleceu uma meta e conseguiu 80 convites, o que resulta em um maior apoio ao evento.

“A gente aproveita e faz o convite para todos comparecerem ao Jangada Clube, é uma feira muito bacana, todos vão adorar porque esse é o momento de você apoiar a causa, mas também de decorar sua casa com espírito natalino. E tem muita criatividade e talento aqui”, declarou Pâmela Bório.

Moema Arnaud agradeceu o apoio do Governo do Estado à exposição e explicou que a renda arrecadada com as vendas dos produtos será toda revertida para ajudar no tratamento de pessoas com câncer. Ela destacou que a venda dos convites é uma das principais fontes de renda do evento. Cerca de 70 voluntários trabalham na organização.

Os visitantes da exposição natalina também podem assistir a shows com vários artistas paraibanos. Na noite de abertura, o público curtiu chorinho e o forró autêntico das meninas do Clã Brasil.

A Rede Feminina de Combate ao Câncer, fundada em 1962, comemora este ano 50 anos de atuação em defesa das pessoas acometidas pela doença. A rede mantém na Capital a Casa de Apoio ao Portador de Câncer, localizada na Avenida 12 de outubro, nº 858, no bairro de Jaguaribe.

Secom PB 

Notícias