Notícias

Novas regras de alimentação exigem mudanças na merenda escolar

Atualizado em: 10/02/2014

abeaco2

A alimentação é essencial para o desenvolvimento das crianças. Na infância e na adolescência, refeições completas favorecem tanto o crescimento físico quanto o intelectual. Portanto, a merenda escolar pode ser uma forte aliada, pois contribui para o melhor desempenho dos estudos e também influencia nos hábitos alimentares.

Com a aprovação do projeto de lei 2389/2011, que proíbe a venda ou distribuição de alimentos e bebidas com baixo teor nutricional e alto nível de açúcar ou gorduras nas escolas, as merendas oferecidas pela escola também precisam se adaptar às novas propostas. A sugestão da Abeaço (Associação Brasileira de Embalagem de Aço) para proporcionar uma refeição prática e adequada é utilizar os alimentos enlatados como boa parte dos ingredientes para preparar os pratos.

Além de serem mais acessíveis e contar com uma grande variedade, os alimentos enlatados oferecem muitos benefícios para a saúde, praticidade na hora do preparo e segurança no armazenamento. A lata de aço preserva todas as propriedades nutricionais e o sabor do alimento por mais tempo sem necessidades de conservantes ou aditivos químicos. A embalagem ainda bloqueia a entrada de luz, oxigênio e elementos externos e possui uma película interna flexível, que evita o contato do produto com o metal até mesmo em caso de amassamento.

Vale ressaltar que todos os alimentos enlatados destinados à merenda escolar não possuem conservantes químicos e possuem excelente valor nutricional.

Confira alguns alimentos enlatados usados para preparar a merenda escolar:

Molho de tomate: o molho de tomate enlatado é feito com tomate, sal, amido, açúcar, cebola, salsa e alho. Todos os ingredientes são devidamente balanceados e não há adição de nenhum conservante químico ao alimento.  O molho de tomate enlatado possui baixo valor calórico e é excelente fonte de licopeno, poderoso antioxidante que combate os radicais livres, retarda o envelhecimento e combate o câncer. O tomate enlatado também é fonte das vitaminas A, B e C e de sais minerais como o cálcio, ácido fólico e potássio (importante mineral para o controle da pressão arterial). O tomate é tonificante e auxilia na circulação sanguínea.

Seleta de legumes: a jardineira de legumes enlatada é de baixo valor calórico e excelente fonte de fibras. A jardineira de legumes é feita com milho, ervilha, batata, cenoura, água e sal, ingredientes estes devidamente balanceados. Não são adicionados conservantes químicos aos legumes enlatados. Os legumes têm papel fundamental para uma boa alimentação. O milho auxilia no funcionamento do intestino, reduz os níveis de colesterol e glicose no sangue. A ervilha é excelente fonte de sais minerais que funcionam como constituintes estruturais dos tecidos do corpo. A batata é importante fonte de amido e fósforo o qual auxilia na formação óssea e na digestão. A cenoura ajuda no processo de crescimento, fortalece os dentes, melhora a visão e previne contra infecções urinárias.

Feijão cozido e temperado: o feijão cozido enlatado é boa fonte de aminoácidos. O feijão pertence ao grupo das leguminosas, a melhor fonte de proteínas vegetais. A composição do feijão enlatado é feijão carioca, água, sal, óleo de soja e condimentos. Nenhum conservante químico é adicionado ao feijão enlatado. O feijão  possui carboidratos complexos e fibras, que ajudam a equilibrar as taxas de açúcar no sangue. Outra de suas virtudes é o baixo teor de gordura e sódio. Graças a esse perfil ele é indicado para hipertensos e colabora na prevenção e tratamento de distúrbios cardiovasculares, diabetes, obesidade e câncer. Também contém ferro.

– E ainda milho, ervilha, leite em pó, sardinha, atum, dentre outros.

Para mais informações sobre os benefícios dos alimentos enlatados, acesse www.abeaco.org.br.

 

Sobre a ABEAÇO

A Associação Brasileira de Embalagem de Aço foi criada, em maio de 2003, com o objetivo de fortalecer a imagem da embalagem de aço, além de dar suporte técnico e mercadológico aos seus fabricantes. A entidade, sem fins lucrativos, investe e apoia iniciativas de gestão ambiental, sobretudo quando associadas a finalidade social e  aproxima os interesses de toda a cadeia produtiva. A instituição soma esforços para fomentar pesquisas, desenvolver campanhas de esclarecimento, participar de eventos e divulgar as características das latas de aço.

Hoje, a Associação reúne empresas do setor interagindo intensamente com entidades empresariais, fabricantes de embalagens, organizações ambientalistas e o governo.

Fonte: Assessoria

Notícias