Notícias

IFPB realiza formatura da primeira turma do Programa Mulheres Mil

Atualizado em: 29/01/2012

O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia da Paraíba (IFPB) convida a comunidade para a solenidade de formatura da primeira turma do Programa Mulheres Mil no IFPB. O evento será realizado no dia 1º de fevereiro, às 19h, no auditório José Marques, Campus João Pessoa. Estará participando da festa de formatura a Coordenação Nacional do Programa da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec-MEC).

A turma pioneira na Paraíba está concluindo a Qualificação Profissional Básica em Recursos Pesqueiros e Artesanato – Processamento do Pescado, Arte em Pesca e Artesanato com Resíduos da Pesca. Estão se formando 34 moradoras das comunidades São Lourenço e Casa Branca, região ribeirinha do município de Bayeux.

O Programa Mulheres Mil tem como objetivo a elevação da escolaridade de mulheres em situação de vulnerabilidade social, através da educação profissional. A metodologia tem como base o conhecimento que essas mulheres já detêm. Por isso os projetos locais são ordenados de acordo com as necessidades da comunidade em que as beneficiárias estão inseridas, e conforme a vocação econômica regional.

Funcionado desde 2008 no IFPB, o Programa mudou a vida das alunas que há quatro assistem aulas no instituto. Neste ano, novos campi vão desenvolver projetos para o programa Mulheres Mil. Serão oferecidos cursos profissionalizantes nas áreas de pesca, moda e confecção, artesanato e produção de artigos em couro.

Nos últimos seis meses as alunas têm participado da etapa de qualificação profissional com aulas teóricas, iniciadas sob a coordenação da professora Zélia Batista. Em janeiro deste ano, já sob a coordenação da professora Eudna Barbosa (Baby), foi iniciada a parte prática.

Parte das aulas está sendo realizada no Centro de Formação em Pesca e Cultura Marinha (CFPCM) em Cabedelo, onde a professora Margareth Rocha ministra o módulo prático de “Processamento do pescado”. Já os módulos “Arte da Pesca”, ministrado pelo professor Alberto Motta, e “Artesanato”, ministrado pela artesã Maria José Chiba, continuam sendo ministrados no Campus João Pessoa.

Nas aulas sobre o Processamento do Pescado, as alunas estão aprendendo técnicas de beneficiamento do peixe, cujo processo começa na captura e vai até a oferta do produto final ao consumidor. Segundo a professora Margareth, o objetivo é que alunas entendam a importância de entregar ao consumidor um produto de qualidade e com a segurança alimentar garantida. “Elas estão aprendendo boas práticas pesqueiras de fabricação, conservação e elaboração de produtos com valor agregado do pescado”, frisou.

Já na parte prática sobre a Arte da Pesca, as alunas estão aprendendo como produzir apetrechosfoto 2 de captura de peixes, como a fabricação de rede. Como algumas alunas já trabalham com pesca, as aulas têm se adequado a realidade delas. “Agora elas estão aprendendo a confeccionar uma das artes de pesca, que é a costura de redes. Depois elas irão aprender a fazer remendo em redes”, contou o professor Alberto.

As aulas têm sido direcionadas a atividades que já eram desenvolvidas e outras que poderão ser postas em prática depois do curso. É o caso das aulas de artesanato. Nelas, as alunas estão aprendendo a aproveitar até as escamas dos peixes. Antes, as escamas passam por um tratamento químico que facilita o manuseio e possibilita sua utilização como matéria-prima.

Assessoria

Notícias