Notícias

Funad abre segunda-feira cronograma de cursos do segundo semestre

Atualizado em: 19/08/2013

funad

A Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) abre, na manhã desta segunda-feira (19), a programação de cursos do segundo semestre de 2013. A abertura constará de uma aula inaugural  no auditório Jimmy Queiroga, a partir das 9h.

A aula inaugural tem o objetivo de explicar aos 150 inscritos, que são usuários da Funad e passam por processo de reabilitação, o conteúdo programático dos cursos e estimular a interação entre reabilitadores e usuários.

A Funad vai oferecer neste semestre sete cursos de iniciação profissional: informática, encadernação, marcenaria, depilação, manicure, desenho e artesanato. A carga horária é de 100 horas e as aulas acontecem na Coordenadoria de Treinamento, Produção e Apoio Profissionalizante (Corpu) até dezembro. Ao final, os alunos receberão certificação, e os que apresentam-se aptos são encaminhados ao mercado de trabalho.

No processo de inserção de pessoas com deficiência no mercado de trabalho, a Funad realiza visitas às empresas, que são obrigadas pela Lei Federal 8.213/91, conhecida como Lei de Cotas, a absorver pessoas com deficiência. “O trabalho é muito importante porque a Funad não se configura como um órgão fiscalizador, mas como parceiro que tem contribuído para que as pessoas com deficiência tenham o direito ao trabalho respeitado, e também para as empresas que têm esse banco de dados à disposição delas. Basta contatar com a Funad, que faz o recrutamento e encaminhamento”, disse a  coordenadora Cynthia Menezes.

A partir de 2011, a Funad intensificou os indicadores de inserção das pessoas com deficiência no mercado de trabalho. Enquanto em 2009 foram inseridas 87 pessoas, em 2011 o número pulou para 184. No primeiro semestre deste ano, a Funad inseriu 260 pessoas com deficiência no mercado de trabalho, e as perspectivas são de que até dezembro o número dobre. A atual gestão já conseguiu inserir quase 700 pessoas nas empresas.

A Funad tem contado com apoio do Ministério Público do Trabalho, que é o órgão fiscalizador e tem trabalhado com diversas instituições que trabalham na política de assistência a pessoas com deficiência. Segundo a presidente da Funad, Simone Jordão, outra importante iniciativa do Governo do Estado foi a parceria do Detran com a Associação de Deficientes e Familiares (Asdef) para a inserção de 60 pessoas com deficiência nos postos de trabalho do órgão de trânsito. “Iniciativas assim têm fortalecido os indicadores de assistência e inserção no mercado de trabalho”, avalia a presidente da Funad.

Assessoria

Notícias