Notícias

Ensino de idiomas estrangeiros pelo celular atrai operadoras

Atualizado em: 22/12/2013

fone

Só a Vivo contabiliza três milhões de clientes ativos no Kantoo, serviço que reúne recursos de voz, mensagem de texto, aplicativos e sites para facilitar o aprendizado de inglês, espanhol, francês e italiano. Claro, Vivo e Oi também oferecem serviços similares.
“Não esperamos substituir os cursos de inglês”, ressalta Alexandre Fernandes, diretor de Produtos e Serviços da Telefônica Vivo. “Nosso objetivo é oferecer um serviço interativo multiplataforma de suporte e reforço do idioma”. Por conta da Copa do Mundo no Brasil, que vai resultar num aumento do fluxo de turistas, o executivo espera uma expansão na demanda por esse tipo de serviço no próximo ano, com um crescimento na casa dos dois dígitos para a base de assinantes. A expectativa favorável também está relacionada à ascensão da nova classe média, que busca ter um primeiro contato ou ampliar seus conhecimentos sobre idiomas estrangeiros.

De olho na ampliação de mercado, a Vivo lança no primeiro semestre de 2014 um aplicativo para smartphones com sistemas Android e iOS, que reunirá todas as funcionalidades e versões do Kantoo. Há, por exemplo, versões voltadas para mercados específicos, como turismo e negócios. Quando chegou ao mercado brasileiro, no fim de 2009, o serviço funcionava por meio de um pequeno aplicativo para feature phones (celulares mais simples, sem as funções de um smartphone). Em seguida, foi agregada a interação via SMS (mensagem de texto) e por meio de um site na internet.

Atualmente, o leque de recursos disponíveis para o usuário inclui também um site para ser acessado por dispositivos móveis e o uso de unidades de resposta automática (URAs). Por meio desses sistemas de atendimento automático, o usuário pode gravar frases e comparar sua pronúncia com a de um professor. “A base de usuários do Kantoo no Brasil é a maior entre os países da América Latina onde a Telefónica atua”, diz Fernandes.

Fonte: IG

Notícias